Visando Tóquio 2020, seleção feminina de Handebol é convocada para treinamentos na Europa - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Visando Tóquio 2020, seleção feminina de Handebol é convocada para treinamentos na Europa

Compartilhe

A Seleção Brasileira de Handebol Feminino intensifica a preparação para a Olimpíada de Tóquio e vai se reunir pela primeira vez entre os dias 19 e 30 de março em Portugal para fase de treinamento e amistosos contra a Dinamarca. 

“Faremos uma fase iniciando em Portugal, no mesmo centro de treinamento em que a seleção masculina já esteve e depois viajaremos para a Dinamarca para realizarmos dois jogos contra elas. A escolha pelo centro em Portugal vai nos trazer comodidade e agilidade, pois tudo o que precisamos está lá dentro. Estaremos alojados, faremos refeições, treinamento e recuperação no mesmo local. Isso facilita bastante o dia das atletas e dos profissionais envolvidos. No final da fase a equipe fará os dois amistosos contra a Dinamarca para colocar em prática o que for trabalhado pelo Jorge Dueñas durante o período de treinamentos”, explicou o Álvaro Casagrande, supervisor da Seleção Adulta Feminina.

A lista mantém a base de convocações anteriores, mas traz como novidade a ponta esquerda Thaís Adrielle Fermo, que jogou a última Liga Nacional pelo time da FAG/Cascavel, do Paraná. “Mantivemos o grupo de trabalho com a novidade da Thaís porque é uma jogadora que fez uma boa temporada e pode nos dar outras possibilidades de jogo”, disse o técnico Jorge Dueñas.

A atleta de 23 anos chega pela primeira vez à Seleção Brasileira principal. Ela já tinha representado o País no Mundial Universitário em 2018. “Foi uma notícia inesperada, realização de um sonho! Espero poder atender às necessidades da equipe, do técnico e ser feliz naquilo que amo fazer que é jogar. Estou bem ansiosa e com um friozinho na barriga”, contou Thaís.

Ela lembra que é da mesma cidade de Amanda Andrade, campeã mundial em 2013, e de Haniel Langaro, um dos principais atletas da seleção masculina adulta. “Iporã (PR) tem história (no handebol)”, brincou Thaís.

A seleção vai se reunir mais uma vez antes do torneio olímpico, entre os meses de junho e julho. “Ainda estamos definindo os últimos detalhes, mas a princípio iniciaremos a fase no Brasil e só depois viajaremos para Tóquio”, contou Casagrande.

Abaixo seguem as convocadas:
Goleiras: Bárbara Arenhart (Vaci Noi Kezilabda/HUN), Gabriela Moreschi (Fleury Loiret/FRA) e Renata Arruda (Bera Bera/ESP);

Pontas: Adriana de Castro (Bera Bera/ESP), Thais Adrielle Fermo (FAG Cascavael/BRA), Alexandra Nascimento (Érd HC/HUN), Larissa Araújo (CSU Cluj Napoca/ROM) e Mariana Costa (CS Gloria Bistrit Nasaud/ROM);

Centrais: Ana Paula Belo (Chambray Touraine/FRA), Bruna de Paula (Fleury Loiret/FRA) e Patrícia Matiele Machado (MKS Zaglebie Lubin/POL);

Armadoras: Deonise Fachinello (Bourg de Péage/FRA), Eduarda Amorim (Gyori Audi Eto KC/HUN), Gabriela Bitolo (Esporte Clube Pinheiros/BRA), Jaqueline Anastácio (Rocasa/ESP) e Samara Vieira (SCM Ramnicu Valcea/ROM);

Pivôs: Isaura Menin (Rincón Fertilidad Malaga/ESP) e Tamires Araújo (HC Dunãrea Brãila/ROM).

Foto: Divulgação/CBHb

Nenhum comentário:

Postar um comentário