Mundial de Vela (49er, 49erFX e Nacra): Dia 3- Grael e Kunze se afastam da briga por medalhas


Marcando o início das Flotilhas de Ouro, a quinta-feira 13 foi um dia de altos e baixos para os brasileiros na disputa do Mundial de Vela, em Geelong, Austrália. Martine Soffiatti Grael e Kahena Kunze, atuais vice-campeões mundiais e medalhistas de ouro na Rio-2016 venceram a primeira etapa do dia, mas em seguida ficaram em 22º e 11º. Após nove etapas, com um descarte, as brasileiras estão apenas em oito lugar, com 62 pontos perdidos. 

Com cinco regatas antes da Medal Race, na qual os dez melhores barcos disputam pontos em dobro, o título aparenta cada vez mais distante, concentrado em dois barcos: Charlotte Dobson e Saskia Tidey (GBR) lideram com 17 pontos perdidos, a frente de Támara Echegoyen e Paula Barceló (ESP), com 19. Em terceiro lugar, Anne-Julie Schütt e Iben Nielsby (DEN), com 42. 

Inversamente, o dia começou mal para Marco Soffiatti Grael e Gabriel Borges, que ficaram em 14º e 16º lugar nas primeiras regatas, antes de chegaram em 7º e finalmente 2º, seus melhores resultados até agora na competição. Com 77 pontos após 10 regatas os campeões pan-americanos estão em 14º lugar geral e 10 pontos atrás de uma vaga na Medal Race, faltando quatro regatas. 

O dia foi ruim para os atuais campeões olímpicos e cinco vezes campeões mundiais Peter Burling e Blair Tuke (NZL) que apesar de terem vencido a primeira etapa, chegaram em 15º e 11º lugar e somam 28 pontos perdidos, deixando escapar a liderança para os austríacos Benjamin Bildstein e David Hussl que apesar do 20º e 12º nas últimas etapas somam apenas 27 pontos. A terceira colocação, com 38 pontos, está com os espanhois Diego Botin e Iago López Marra.

Na competição do Nacra, a disputa está praticamente caseira. Os irmãos Nathan e Haylee Outteridge saltaram à liderança com 37 pontos perdidos, após nove regatas, enquanto Jason Waterhouse e Lisa Darmanin (AUS) subiram para a terceira colocação, com 56 pontos. No meio, os britânicos John gimson e Anna Burnet, com 48 pontos. Os atuais campeões mundiais Vittorio Bissaro e Maelle Frascari (ITA) estão em quarto lugar com 57 pontos, enquanto os campeões olímpicos e representantes sul-americanos Santiago Lange e Cecilia Carranza (ARG) estão em sétimo lugar com 79 pontos. 

Foto: Sailing Energy

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes