Equipe chinesa de badminton testa negativo para coronavírus e é liberada para competir na Europa - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Equipe chinesa de badminton testa negativo para coronavírus e é liberada para competir na Europa

Compartilhe

Uma das maiores potências da modalidade, a equipe chinesa de badminton está liberada para treinar e participar torneios na Europa. Segundo a Associação Chinesa de Badminton (CBA), os atletas passaram por testes e ninguém está infectado pelo novo coronavírus.

A China poderá competir em três torneios pela Europa entre 03 e 22 de março: o All England Open, o mais tradicional da modalidade; e as etapas Super 300 do Aberto da Suíça e do Aberto da Alemanha.

"Desde o surto de coronavírus, tem havido muita atenção se a equipe chinesa poderia treinar e participar de torneios", disse a CBA.

"Gostaríamos de explicar que os jogadores da equipe chinesa de badminton estão saudáveis ​​e que ninguém está infectado ou suspeito de estar infectado", completou a entidade.

A disputa dos torneios no Velho Continente será fundamental para a qualificação chinesa aos Jogos Olímpicos de Tóquio.  Grande parte da equipe já está treinando na Grã-Bretanha desde a última semana, enquanto alguns ainda esperam vistos britânicos em Pequim.


Aberto do Vietnã é adiado

O Aberto do Vietnã, previsto para acontecer no último final de semana de março, teve que ser adiado  para os dias 2 e 7 de junho, por conta da insegurança gerada pelo coronavírus no continente asiático. Com as mudanças, o torneio está fora da corrida olímpica.

Vale lembrar que o Campeonato Asiático de Badminton iria ocorrer em Wuhan, na China, epicentro da epidemia do Covid-19, mas teve que ser cancelado logo no início do surto. 

Foto: Reprodução/BWF

Nenhum comentário:

Postar um comentário