Brasil chega com três duplas nas semifinais da etapa de Coquimbo do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasil chega com três duplas nas semifinais da etapa de Coquimbo do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia

Compartilhe

As duplas brasileiras seguem firmes em busca de medalhas na etapa de Coquimbo (Chile) do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2020. A disputa durante toda a manhã e tarde do sábado (08.02) seguiu até a rodada das quartas de final nos naipes masculino e feminino, com três dos quatro times do país avançando. Os duelos contam com transmissão ao vivo no site da Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV).

No naipe masculino, Pedro Solberg/Guto (RJ) e Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB) se classificaram para a semifinal e se enfrentam às 12h30 (de Brasília), garantindo o Brasil na decisão da etapa. Na outra semifinal, os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt enfrentam os argentinos Azaad e Capogrosso. No naipe feminino, a parceria de Andressa/Vitoria (PB/RJ) enfrenta na semifinal as argentinas Zonta e Churin às 14h30. A outra semifinal terá as argentinas Ana Gallay/Peralta contra as chilenas Rivas Zapata e Chris.

Enquanto Pedro e Guto disputaram apenas um jogo neste sábado – venceram os argentinos Aveiro/Fernandez por 2 sets a 0 pelas quartas de final -, Ricardo e Vitor tiveram caminho mais longo. Por terem ficado em segundo no grupo, começaram o dia superando na repescagem os chilenos Lindemann/Droguett por 2 a 0, e pelas quartas de final, os uruguaios Hannibal/Baldi pelo mesmo placar. Vitor Felipe comentou o torneio de superação do time.

“Fizemos um jogo muito emocionante contra o Chile, a torcida toda apoiando a dupla da casa, quem perder daria adeus cedo no torneio, mas conseguimos dominar e vencer. O segundo duelo do dia foi ainda mais especial para notar a superação do nosso time dentro de quadra. Estávamos muito atrás no placar no primeiro set, mas o Ricardo deu um espetáculo mais uma vez. Ajudei da forma que pude, tentando fazer o melhor. Vamos descansar e recuperar a energia pois teremos um jogo duríssimo na semi”, disse.

No naipe feminino, Andressa e Vitoria, que saíram em segundo na chave, começaram o dia superando na repescagem as chilenas Vallejos e Mardones por 2 sets a 0. Horas depois, nas quartas de final, triunfo sobre as paraguaias Michelle/Pati também em dois sets diretos, garantindo vaga na semifinal e brigando por medalha com apenas dois meses de parceria. Vitoria comentou a rápida adaptação das jogadoras ao novo projeto.

“Fico muito feliz com o começo da nossa parceria. Acredito que estou conseguindo ajudar bastante a Andressa na leitura defensiva, ela também está conseguindo me ouvir cada vez mais. E quando eu estou em uma situação desconfortável na partida, ela vai e me ajuda com bons saques, com bolas de segunda. Estamos evoluindo muito, aprendendo a lidar uma com a outra, nos entrosando mais dentro e fora de casa”, declarou.

Ainda no torneio feminino, Ângela e Juliana Simões, que terminaram em primeiro no grupo, acabaram superadas nas quartas de final em jogo duro contra as argentinas Zonta e Churin, que venceram por 2 sets a 1, de virada.

Foto: FEVOCHI/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário