Arena que receberá vôlei nos Jogos Olímpicos é inaugurada com participação da seleção japonesa feminina


A Ariake Arena, local que receberá o voleibol nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, foi oficialmente inaugurada neste domingo, 02, em um evento que contou com a presença de oficiais de Estado, equipes nacionais e um público de mais de três mil pessoas.

A seleção japonesa de vôlei feminino realizou uma partida de demonstração na arena, como parte da inauguração, e aprovou a instalação. "É uma arena fabulosa", disse Erika Araki, uma das jogadoras, que esteve presente em três edições olímpicas.

As meninas da equipe nipônica retornarão à Ariake em abril para a disputa da Tokyo Challenge Cup, um quadrangular que reunirá Japão, Austrália, China e Coreia do Sul. Os homens também participarão do evento.
                          

Além do voleibol nos Jogos Olímpicos, a arena receberá também o basquete em cadeira de rodas nos Jogos Paralímpicos e o time japonês da modalidade também esteve presente na inauguração. A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, o ministro olímpico Seiko Hashimoto e o presidente do Comitê Olímpico Japonês, Yasuhiro Yamashita, marcaram presença no evento. Uma banda local fez shows e animou os presentes.

"Este local foi projetado para ser um local versátil que pode receber não apenas esportes, mas também entretenimento e outros tipos de eventos. Espero que seja um local que exemplifique o legado dos Jogos", disse a governadora Koike.

Com um custo de cerca de 340 milhões de dólares, a arena, com capacidade para receber 15 mil pessoas, foi construída para ser utilizada mesmo após os Jogos. A ideia é que ela receba festivais culturais e esportivos depois da Olimpíada.

                           

O Centro Aquático de Tóquio, que receberá natação, nado artístico e saltos ornamentais nos Jogos Olímpicos, passa a ser agora a única das oito arenas com estrutura permanente que ainda não foi finalizada.

Fotos: Divulgação/Tóquio 2020

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem