Austrália quer utilizar Lausanne-2020 para alavancar candidatura de Queensland como sede da Olimpíada de 2032 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Austrália quer utilizar Lausanne-2020 para alavancar candidatura de Queensland como sede da Olimpíada de 2032

Compartilhe

O presidente do Comitê Olímpico Australiano, John Coates, planeja aproveitar a presença de Thomas Bach nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude de Lausanne 2020, para se reunir e apresentá-lo à proposta de candidatura de Queensland como sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2032. 

A ideia da reunião é informar o presidente e o chefes do COI sobre os recentes progressos de Queensland, uma vez que, no último mês, a Premier Annastacia Palaszczuk deu o aval ao comitê nacional e disse que o local vai se empenhar para levar os Jogos à Austrália mais uma vez.

Confirmando-se o encontro entre os líderes, o país oceânico reforça seu favoritismo na disputa eleitoral de 2032, que inicialmente possui Indonésia, Índia e Alemanha como concorrentes. 

Coreia do Sul e Coreia do Norte também manifestaram desejo de enviarem uma candidatura conjunta, mas a proposta esfriou nos últimos meses devido aos crescentes conflitos entre Pyongyang e Washington.

O documento com a candidatura formal de Queensland deve ser enviado ao COI em 30 de junho, pouco antes do início dos Jogos de Tóquio-2020, segundo afirmou Coates. 

Além de representantes do Comitê Olímpico Australiano, do Comitê Paralímpico Australiano e dos governos de Austrália e de Queensland, alguns atletas, como Cathy Freeman, Susie O’Neill, Natalie Cook e Cate Campbell, são esperados para fazer parte do comitê formalizador da proposta.

Com as novas mudanças nas regras da escolha de sede, o COI não necessariamente precisa escolher a cidade-sede dos Jogos Olímpicos apenas sete anos antes do evento. 

Assim, se a entidade entender que a proposta de Queensland é aceitável, pode oficializá-la na Olimpíada de 2032 ainda este ano. O comitê australiano, entretanto, disse ao insidethegames que 2022 é um ano "mais realístico" para a decisão ser tomada.

Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário