Mundial de Boxe 2017 - Dia 4 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Boxe 2017 - Dia 4

Compartilhe
O campeonato mundial de boxe 2017 terminou para o Brasil. Na tarde da segunda-feira (28) Michel Borges (-81kg) e Wanderson Oliveira (-60kg) perderam suas lutas e foram eliminados. Com isso, o Brasil não tem mais atletas vivos na competição.

Michel Borges, que fez uma excelente competição nos Jogos do Rio chegando até as quartas, foi eliminado após uma derrota para Shabbos Nagmatulloev do Tadiquistão por 4 x 1. Da equipe nacional, Michel era quem mais tinha chances de avançar. 

Já Wanderson Oliveira, que havia vencido o queniano Nicholas Ototh no dia anterior, perdeu para o francês Sofiane Oumiha por unanimidade. Sofiane teve o gostinha da revanche contra o Brasil, visto que foi derrotado por Robson Conceição na final olímpica da categoria -60kg nos Jogos do Rio no ano passado.

O Brasil terminou a competição com apenas duas vitórias, no que consiste na pior campanha do esporte em mundiais desde 2007.

No boxe, não há disputas de medalhas de bronze,em que os perdedores das semifinais ficam com os terceiros lugares, portanto, a luta que define medalhistas ocorre nas quartas de final. Ao final do quarto dia de competições e das fases preliminares, trinta e um países se garantiram nas quartas e já lutarão pelas medalhas. 

Se o Brasil já está eliminado, a Mongólia não. O país garantiu 100% do time nas quartas de final, sendo o único com tal feito. Dentre os atletas vale destacar Tavshinbat Byamba (-69kg), que derrotou Parviz Bagyrov (Azerbaijão), um dos favoritos do torneio e o medalhista olímpico de bronze nos Jogos do Rio Dorjanbuugiin Otgondalai (-60kg). 

Treze dos 31 países representados nas quartas de final serão terão apenas um boxeador nos ringues alemães, dentre eles atletas com grandes chances de título: Equador com Carlos Mina (-81kg), Coréia do Sul com Inkiu Jim (-52kg), a Holanda de Roy Korving (-91kg) e o Tadiquistão do algoz de Michel, Shabbos Nagmatulloev (-81kg).

Cuba, maior potência do esporte, não terá 100% da equipe a uma luta da medalha, mas terá oito atletas com chances de pódio ainda, ninguém chegou perto desse número. Vale destacar Colômbia e Venezuela com 3 atletas ainda vivos. 

O maior destaque do dia foi sem dúvidas a vitória do cubano Lazaro Alvarez, tricampeão mundial e grande rival de Robson Conceição na categoria, tendo perdido para o brasileiro na semifinal olímpica do Rio, terminando com o bronze na oportunidade. Favorito, o atleta estreou diretamente nas oitavas de final com vitória unânime sobre o holandês Enrico Lacruz. Na próxima rodada, enfrentará o alemão Murat Ildirim com o objetivo de já garantir ao menos um bronze.

O quarto dia de competições não teve grandes surpresas. A terça-feira promete, é o dia mais tenso do torneio, onde quem vencer garante uma ida ao pódio e quem perder ficará com o gostinho da medalha. 

Para resultados completos e programação do próximo dia, clique aqui.

Foto: AIBA



Nenhum comentário:

Postar um comentário