IPC diz que Rússia tem até setembro para provar que fez reformas para poder disputar PyeongChang 2018 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

IPC diz que Rússia tem até setembro para provar que fez reformas para poder disputar PyeongChang 2018

Compartilhe
A Rússia tem até setembro para provar que fez as reformas necessárias para participar dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang de 2018, disse o candidato presidencial do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), Andrew Parsons, na quinta-feira.

Parsons, que é vice-presidente do IPC disse que a Rússia ainda tem muito trabalho pela frente.

"A Federação Russa e o Comitê Paralímpico Russo, conhecem os passos que devem ter até setembro, porque em setembro temos uma reunião do conselho de administração e nesta reunião podemos decidir se terá a suspensão ou não", disse Parsons a jornalistas em Londres .

"Então, é claro, se decidimos em setembro que eles não estão prontos para voltar como membro de pleno direito, será difícil para os atletas russos competirem em Pyeongchang".

"Nós não queremos que isso aconteça. Queremos que os atletas russos voltem, mas, claro, o que aconteceu em Sochi 2014 não pode ser esquecido".

No ano passado, o relatório independente da Agência Mundial Antidoping (AMA) que ficou conhecido como "Relatório McLaren" mostrou que mais de mil atletas russos em 30 esportes estavam envolvidos no esquema de doping do esporte russo.

O relatório forneceu evidências exaustivas de um elaborado esquema de doping patrocinado pelo Ministério dos Esportes da Rússia que conduziu os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi.

O IPC proibiu o Comitê Paralímpico Russo de participar nos Jogos de Rio de 2016 e Parsons disse que seria necessário a Rússia fornecer provas necessárias para voltar a competir em pleno direito.


Foto:IPC

Nenhum comentário:

Postar um comentário