Federação Internacional de Ginástica se diz preocupada com as alegações de abuso sexual nos EUA - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Federação Internacional de Ginástica se diz preocupada com as alegações de abuso sexual nos EUA

Compartilhe
A Federação Internacional de Ginástica (FIG) admitiu estar preocupada com as recentes alegações de abuso sexual vindas dos Estados Unidos. Em comunicado a entidade disse que irá revisar e reforçar suas normas a respeito de casos como esses.

A FIG irá acompanhar a evolução das investigações e trabalhar juntamente com a Federação de Ginástica dos Estados Unidos (USA Gymnastics) para definir as ações que devem ser tomadas. O jornal Indianapolis Star revelou que ao menos 368 ginastas alegaram terem sofrido abuso sexual nos últimos vinte anos.

"Assim como não toleramos o doping também não podemos tolerar alegações de abuso sexual", afirmou Morinari Watanabe, que assumirá o cargo de presidente da FIG neste domingo (1º).

No início desse mês o médico Larry Nassar, que trabalhou durante anos na USA Gymnastics, foi preso após uma investigação sobre pornografia infantil que revelou que Nasser possuía milhares de imagens salvas entre o período de 2003 e 2016. Ele também é acusado de abuso por uma medalhista olímpica, que não teve seu nome revelado, quando ela tinha 13 anos, na década de 90.

As investigações revelam que os abusos se davam de uma forma disfarçada durante exames médicos invasivos aos quais as ginastas eram submetidas. 

Foto: Divulgação/FIG

Nenhum comentário:

Postar um comentário