Banco do Brasil diminui 20% do patrocínio em novo contrato com a CBV - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Banco do Brasil diminui 20% do patrocínio em novo contrato com a CBV

Compartilhe
Foi publicado no Diário Oficial da União no dia 27 de dezembro a renovação de contrato do patrocínio do Banco do Brasil com a CBV (Confederação brasileira de vôlei). A duração do contrato é de quatro anos, até o fim de 2020 com o valor anual de 54 milhões de reais,uma diminuição de 20% em relação ao contrato anterior que se encerra no fim de 2016. Ainda sim, ainda é o maior contrato do esporte olímpico nacional.

As estatais brasileiras tem diminuído os valores do patrocínios após a Rio 2016. No início de dezembro os correios anunciaram a renovação de contrato com a CBT (Confederação brasileira de Tênis) com um valor 75% inferior ao contrato anterior. 

Em 2015, por exemplo, a CBV faturou R$ 72 milhões em patrocínios. No entanto, registrou um déficit de R$ 23 milhões no exercício. É uma diferença muito grande para o resultado do ano anterior (2014), que terminou superavitário em R$ 2,1 milhões.


foto: Divulgação/FIVB
com informações do portal UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário