Comitê Rio 2016 deve R$ 22 milhões em contas de luz

Em reportagem, a 'Folha de S.Paulo' apurou que o Comitê Rio 2016 deve R$ 22 milhões de reais à Light,distribuidora de energia da cidade do Rio de Janeiro. Dentre arenas e instalações, o valor mais alto é no IBC, Centro Internacional de Transmissão: R$ 4,3 milhões. O local  abrigou cerca de 70 emissoras de rádio e TV e 10 mil jornalistas. No Maracanã a conta é de R$ 1,2 milhão. 

No Engenhão a energia foi cortada e o comitê busca negociar a dívida para que a luz seja religada, já que o estádio já foi devolvido ao Botafogo, que administra o estádio, e que tem um show da banda Guns'n Roses marcada para o dia 15 de novembro.

Segundo informações do site globoesporte.com, a dívida total da Rio 2016 chega a 200 milhões de reais, e o comitê tem negociado com credores para obter descontos. Mas ao mesmo tempo que deve, o comitê espera receber 100 milhões de reais d prefeitura do Rio e do governo federal, que socorreram o comitê para a realização das Paralimpíadas.

O Comitê Rio 2016 tem até o fim do ano para fechar o balanço dos Jogos. O objetivo é equilibrar orçamento e gastos, ambos de US$ 2,8 bilhões (R$ 8,95 bilhões). Dentre as despesas estavam a tecnologia, cerimônias, transporte, serviço e projetos de infraestrutura. As receitas provém de patrocinadores, contribuição do COI, venda de ingressos e licenciamento.


Foto: Rio 2016

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top