Últimas Notícias

Duplas masculinas brasileiras estreiam com bom aproveitamento no Grand Slam do Rio de Janeiro de Vôlei de praia


A chave principal do Grand Slam do Rio do Circuito Mundial de Vôlei de Praia teve início na quarta-feira (09.03) com rodada simples no torneio masculino. As quatro duplas brasileiras na competição tiveram estreias distintas. Álvaro Filho/Vítor Felipe (PB) e Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) arrancaram com vitória, enquanto Pedro Solberg/Evandro (RJ) e Ricardo/Emanuel (BA/PR) não conseguiram superar os primeiros adversários.

Os atuais campeões mundiais, Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), participam pela primeira vez de um evento internacional na temporada, e começaram com boa vitória sobre Casebeer/Olson, dos Estados Unidos, por 2 sets a 0 (21/11 e 21/13), em 36 minutos de partida. Para Bruno Schmidt o placar elástico dá segurança para a parceria seguir na competição.

“É muito importante esta vitória. O Grand Slam é o nosso primeiro torneio internacional da temporada, enquanto a maioria dos times que estão aqui já jogaram em Maceió, tiveram um bom aquecimento. Esse foi o nosso primeiro jogo, enquanto eles (Casebeer/Olson) vieram do classificatório, com dois jogos disputados e já adaptados à arena e às condições climáticas. Foi muito importante termos conseguido um placar sólido para irmos evoluindo ao longo do torneio”, contou Bruno.

A dupla paraibana Álvaro Filho e Vítor Felipe também estrearam com bom resultado. Eles superaram a experiente dupla espanhola Herrera e Gavira em dois sets (21/16 e 21/18), em 40 minutos de duelo.
Pedro Solberg/Evandro (RJ), prata no Maceió Open, sofreram o revés para Beeler/Strasser (SUI) por 2 sets a 0 (21/13 e 21/18), em 40 minutos. A última parceria verde e amarela a entrar em quadra foi Ricardo/Emanuel (BA/PR). Os campeões olímpicos em Atenas 2004 não conseguiram passar por Fijalek/Prudel (POL). Vitória polonesa no tie break (21/14, 19/21 e 15/12), em 57 minutos. Mesmo com a derrota, Emanuel, que está se despedindo das areias na competição, afirma que o momento foi especial.

“Eu e o Ricardo combinamos que nos emocionaríamos com cada momento, e que cada ponto seria importante. Tentar trazer a energia para nosso jogo. Está sendo um momento muito especial”, disse o paranaense recordista de títulos na modalidade com 155 conquistas.

A competição segue nesta quinta-feira (10) com mais duas rodadas da fase de grupos do torneio masculino. Os jogos acontecem a partir das 8h, e a arena montada na praia de Copacabana têm entrada franca. A grande final acontece no domingo (13).

Foto: CBV

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar