Últimas Notícias

Brasil define mesatenistas que vão buscar últimas vagas para os Jogos de 2016


O Brasil definiu os atletas que vão brigar pelas últimas três vagas olímpicas do Brasil no tênis de mesa. No masculino, Gustavo Tsuboi vai disputar o Pré-Olímpico Latino-Americano, entre 1º e 3 de abril, em Santiago, no Chile. 

Hugo Calderano, campeão dos Jogos Pan-Americanos em 2015, já tem vaga assegurada. Entre as mulheres, a disputa será mais acirrada: Lin Gui, Caroline Kumahara e a jovem Bruna Takahashi vão competir por duas vagas.

Atual número 63 do ranking mundial, Tsuboi será o único brasileiro a disputar uma das cinco vagas que estarão em jogo para os homens. “O Tsuboi, nos últimos dois anos, se manteve entre a 30ª e a 60ª posição no ranking mundial. Além disso, venceu jogadores top 20 do ranking mundial na Copa do Mundo recentemente”, destacou o técnico Jean-René Mounie.

Se o treinador da seleção masculina teve mais facilidade em escolher seu representante no Pré-Olímpico, o mesmo não se pode dizer de Hugo Hoyama. O comandante da equipe feminina teve que optar entre quatro atletas e acabou deixando a experiente Ligia Silva de fora.

“Eu convoquei as que mais se destacam, com os melhores resultados. Demos um grande passo no Pan-Americano e agora queremos duas vagas no individual. Acredito muito nisso, mesmo com adversárias fortes. Foi difícil deixar a Ligia de fora, porque ela participou de todo o processo. Sem a concorrência dela essas meninas não estariam tão fortes como estão hoje e ela vai seguir participando dos treinamentos e ajudando”, avaliou Hoyama.

Foto: ITTF

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar