Últimas Notícias

Lillehammer 2016 - Dia 0


Com fogos de artificio e 1100 atletas de 71 países juntos, começaram nesta sexta-feira (12) os II Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Lillehammer, na Noruega.

Nos Jogos da Juventude não existe a Parada das Nações. Todos os atletas entram juntos e apenas os porta-bandeiras são apresentados em um palco com a respectiva bandeira. No caso do Brasil, Marley Linhares, do Monobob, segurou o pavilhão nacional.

A chama dos Jogos de inverno foi acesa pela Princesa Ingrid Alexandra, filha do Príncipe Coroado Haakon, que nesta mesma data, há 12 anos, acendia a chama dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1994.


A sexta-feira também foi marcada pelo início dos eventos esportivos. O Curling e o Hóquei no Gelo abriram a programação nos Jogos.

- O Brasil fez a sua primeira participação nos Jogos no Curling por Equipes Mistas, mas acabou derrotado pela República Tcheca por 19-0. A equipe brasileira concedeu a vitória para os tchecos ainda no 6º end. No sábado (13) a equipe brasileira enfrentará a Suécia (9h30*) e a Grã-Bretanha (16h30*).

- Em outros jogos do grupo do Brasil, a Suécia derrotou a Noruega por 8-7, em jogo duro, enquanto o Canadá bateu a Estônia por 13-2 e a Grã-Bretanha ganhou da Coreia do Sul por 9-2.

- No Hóquei no Gelo o dia foi de estreia para os donos da casa. No masculino os noruegueses foram goleados pela Finlândia por 11-0, enquanto a seleção feminina da Noruega fez jogo mais duro, mas mesmo assim saiu derrotada: 2-1 contra a Eslováquia.

Brasil em Lillehammer:

- Além do Curling, o Brasil terá representantes no Esqui Alpino e no Esqui Cross Country no sábado. No Alpino, Michel Macedo irá competir no Super G a partir das 9h* da manhã, enquanto no Cross Country, Altair Firmino estará na prova do Cross a partir das 7h* da manhã.

* Horários de Brasília

Fotos: YIS e World Curling

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar