Últimas Notícias

Equipes do Brasil que venceram o Latino-Americano ganham ‘reforços’ para o Mundial por Equipes de Tênis de Mesa


A seleção brasileira foi oficialmente convocada para o Mundial por equipes, que será realizado entre 28 de fevereiro e 6 de março, em Kuala Lumpur, na Malásia. Ambas as equipes terão os atletas que participaram dos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, as quais se somam as presenças de Cazuo Matsumoto e Bruna Takahashi.

O paulista vem se destacando pelo Energa-Manekin Tórum, da Polônia, tendo vencido diversos adversários de alto nível pelo Campeonato Nacional e pela Liga dos Campeões, nesta que é sua primeira temporada no clube.

A jovem de 15 anos, por sua vez, acaba de encarar sua primeira competição adulta com a seleção principal: o Latino-Americano. Sem titubear, ela garantiu o título por equipes com vitória sobre a local Adriana Díaz (100ª colocada no ranking mundial) e também chegou às semifinais individuais, onde caiu para a campeã Lin.  

Em solo canadense, o Brasil conquistou, no masculino, o ouro por equipes, além de dominar o pódio individual com o campeão Hugo Calderano, a prata de Gustavo Tsuboi e o bronze de Thiago Monteiro. Pelo lado das mulheres, além da prata por equipes, Lin Gui ficou com a prata individual e Caroline Kumahara com o bronze.

No caminho do Brasil, rivais de peso 
Definida, a seleção brasileira também já conhece seus adversários no Mundial por equipes, na Malásia. Enquanto a equipe feminina gozará pela primeira vez do direito de jogar a primeira divisão, os homens disputam o segundo torneio do naipe masculino.

Em maio de 2014, a equipe formada por Ligia Silva, Jessica Yamada, Carol Kumahara e Lin Gui, bateu a Suécia na decisão por 3 partidas a 0 e coroou uma campanha histórica com o título da segunda divisão – a vaga na elite já havia sido conquistada com o triunfo na semifinal.

Em 2016, sai Yamada e entra a campeã mundial infantil Bruna Takahashi (158ª colocada no ranking mundial), que se junta a Lin (130ª), Carol (139ª) e Ligia no grupo B. Além do Brasil, Japão, Alemanha, Coreia do Norte, República Tcheca e Tailândia completam o grupo.

Já Gustavo Tsuboi (48º), Hugo Calderano (74º), Thiago Monteiro (124º) e Cazuo Matsumoto (132º) vão encarar Irã, Bélgica, Holanda, Tailândia e Canadá, pelo grupo A da segunda divisão.

Na última edição do Mundial por equipes, a seleção masculina terminou em 17º e no momento da qualificação para a competição de 2016 ocupava a 20ª posição no ranking mundial. Contudo, a entrada da anfitriã Malásia acabou custando a vaga brasileira na elite do torneio. Assim, o país entra como um dos favoritos à conquista da segunda divisão.

Foto: Divulgação

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar