Sul-coreanos prevalecem e Brasil sai do Grand Prix de Jeju de Judô com apenas uma medalha

Eric Takabatake foi o único brasileiro a subir no pódio | Foto: IJF

A cidade sul-coreana de Jeju recebeu neste fim de semana a décima e última etapa do Grand Prix de Judô 2015. Enquanto sul-coreanos e franceses somaram juntos mais da metade das medalhas de ouro distribuídas, a delegação brasileira voltou apenas com um bronze, conquistado por Eric Takabatake.

Eric chegou até as quartas de finais da categoria até 60kg masculina, antes de ser derrotado pelo mongol Boldbaatar Ganbat. Na repescagem, o brasileiro passou pelo azeri Igar Mushkiyev e pelo francês Vincent Limare.

Na mesma categoria Felipe Kitadai caiu na segunda luta, contra o egípcio Ahmed Abelrahman. Na até 100kg o brasileiro Rafael Buzcarini foi derrotado nas oitavas pelo o russo Arsen Omarov, que também foi algoz de Luciano Correa na repescagem.

Na até 48kg feminino a competição de Nathalia Brígida durou apenas uma luta, perdida para a cubana Dayaris Mestre Alvarez. Sarah Menezes foi além, caindo nas semifinais para a cazaque Otgontsetseg Galbadrakh e na disputa do bronze para a sul-coreana Bo Kyeong Jeong.

Na até 57kg Rafaela Silva também caiu na disputa do bronze, contra Chen-Ling Lien, de Taipei. Por fim, Ketleyn Quadros chegou a vencer a dona da casa Ji-Hye Myung na estreia da categoria até 63kg, mas em seguida foi derrotada pela japoensa Megumi Tsugane.

O Coréia do Sul obteve cinco ouros, sendo quatro no masculino: Won Kim Kim (60kg), Changrim An (73kg), Dong Han Gwak (90kg), Guham Cho (100kg) e Jan-Di Kim (57kg feminino). A França teve três campeões: Teddy Riner (+100kg masculino), Clarisse Agbegnenou (63kg feminino) e Audrey Tcheumeo (75kg feminino).

Os resultados completos da etapa você pode conferir clicando aqui.


0 Comentários