Brasil conquista pódios no Aberto Paralímpico de Tênis de Mesa da China


O Brasil conquistou pódios no Aberto Paralímpico de Tênis de Mesa da China, realizado até a última segunda-feira (23).

Bruna Alexandre e Maria Luiza Passos subiram no domingo (22) no pódio, com o bronze individual: a primeira, na Classe 8/10; a segunda, na 5.

Terceira colocada do ranking mundial na Classe 10, Bruna teve apenas chinesas em seu caminho. Na fase de grupos, venceu por 3 sets a 0 tanto Liu Meng (5ª na Classe 9) – 11/7, 15/13 e 13/11 – quanto Pan Mengyi (6ª na Classe 8) – 11/7, 11/9 e 11/5 – e foi superada por Lei Li Na (1ª na Classe 9): 3 a 1, parciais de 11/7, 8/11, 11/4 e 11/9.

Na semifinal, Bruna teve pela frente a líder do ranking da Classe 10, Yang Qian. A brasileira saiu na frente e fez uma partida equilibrada, mas acabou derrotada por 3 a 1 (9/11, 11/6, 11/7 e 11/5), ficando com a terceira posição.

Maria Luiza teve trajetória parecida na Classe 5. Pelo Grupo A, a paranaense, 14ª colocada do ranking mundial, estreou com derrota para a chinesa Zhang Bian (1ª) em sets diretos (11/6, 11/7 e 11/4). No entanto, reagiu na sequência ao vencer Hsiao Shu-Chin (12ª), de Taipei, por 3 a 1 (11/8, 7/11, 11/9 e 11/8) e avançou às semifinais.

Na disputa por uma vaga na decisão, Maria Luiza foi eliminada por Wei Mei-Hui (7ª), também de Taipei, por 3 a 0, parciais de 13/11, 11/4 e 11/7.

Os outros brasileiros não conseguiram chegar à fase eliminatória em suas classes. Na 1/3, Thais Severo (30ª) caiu diante da chinesa Li Qian (2ª), da francesa Marie-Christine Fillou (16ª) e da sul-coreana Ok Kim (22ª).

No masculino, Ecildo Oliveira (39º) se despediu na fase de grupos da Classe 4 ao ser derrotado pelo francês Jean-François Emeric (9º), pelo chinês Guo Xingyuan (11º) e por Lin Wen-Hsin (20º), de Taipei.

Na Classe 10, Claudio Massad (28º) também não conseguir vencer nos confrontos contra o local Lian Hao (7º), o russo Pavel Lukyanov (12º) e o austríaco Krisztian Gardos (21º).

Foto: Divulgação

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top