Copa do Mundo Feminina de Vôlei 2015 - 7ª rodada - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Copa do Mundo Feminina de Vôlei 2015 - 7ª rodada

Compartilhe
Foto: FIVB/Divulgação

A Sérvia se mostra como o time que vai definir os rumos desta edição da Copa do Mundo feminina de Vôlei. Em mais uma grande partida, as sérvias tiraram a invencibilidade da Rússia numa vitória impressionante de virada. Apesar de duas grandes vitórias, a pontuação da Sérvia ainda está longe das duas primeiras posições, que darão as vagas olímpicas, mas bagunçou bastante o panorama da Copa.

As russas abriram o jogo em 2 sets a 0 (duplo 25/22) e tudo parecia caminhar para mais um show da equipe de Obmochaeva e Kosheleva. Com uma atuação poderosa no terceiro set (25/14) e um apertado quarto set (25/23), a Sérvia empatou o jogo. Outra virada, agora no 5º set, garantido pelas sérvias por 15x12 para fechar e garantir a sexta vitória. A Rússia, depois de mandar na tabela desde a 2ª rodada agora caiu para a 3ª posição, momentaneamente de fora do G2 olímpico. Tijana Boskovic foi a melhor pontuadora, com 27; empatada com ela, a russa Obmochaeva.

Quem se beneficiou com a derrota russa foram as americanas, que tiveram um jogo bem mais fácil: 3 sets a 0 contra a Argentina, parciais de 25/16, 25/19 e 25/14, levando a equipe dos Estados Unidos aos 19 pontos e as colocando na liderança. Kimberly Hill e Karsta Lowe, dos EUA, foram as melhores pontuadoras, cada uma com 13 anotados.

Em clássico regional da Ásia, o Japão despachou a Coreia do Sul por 3 a 0, parciais de 25/17, 26/24 e 25/17, e de quebra, voltaram a ocupar a segunda posição. Três jogadoras dividiram a artilharia com 15 pontos: as japonesas Miyu Nagaoka e Sarina Koga e a sul-coreana Kim Yeon-Koung.

A China se mantêm na quarta posição, após vitória sobre o Quênia por 3 a 0, parciais de 25/7, 25/15 e 25/14. Jianjing Yung e Xiautong Liu foram as melhores pontuadoras, 13 pontos cada uma.

Cuba também aproveitou para encerrar o jejum de vitórias, derrotando a frágil seleção da Argélia por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/16 e 25/14. A cubana Sulian Linares pontuou 17 vezes, sendo a mais eficiente em quadra.

E a República Dominicana voltou a vencer após derrotas para a Rússia e a Sérvia: 3 a 0 sobre a seleção do Peru, parciais de 25/18, 25/19, 22/25 e 25/17. Apesar da derrota, a melhor pontuadora foi a peruana Katherinne Regalado, com 18 pontos.

Na manhã desta terça-feira, o destaque é o duelo entre Sérvia e Japão, que será crucial na briga pela vaga direta aos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Classificação após 6/11 rodadas:
1 - Estados Unidos - 19 pts
2 - Japão - 18 pts, ratio de sets 4.000*, ratio de pontos 1.309**
3 - Rússia - 18 pts, ratio de sets 4.000*, ratio de pontos 1.218**
4 - China - 18 pts, ratio de sets 3.000*
5 - Sérvia - 16 pts
6 - República Dominicana - 13 pts
7 - Argentina - 9 pts
8 - Coreia do Sul - 6 pts, ratio de sets 0.467*
9 - Cuba - 6 pts, ratio de sets 0.438*
10 - Peru - 3 pts
11 - Quênia - 0 pts, ratio de sets 0.048*
12 - Argélia - 0 pts, ratio de sets 0.000*
*Ratio de sets é a divisão do número de sets vencidos pelo de sets perdidos. É o primeiro critério de desempate depois do número de vitórias.
**Ratio de pontos é a divisão do número de pontos feitos pelo de pontos sofridos. Critério vem depois do ratio de sets.

Jogos da 8ª rodada (terça, 1/9):
Sendai
0:10 - Rússia x Peru
3:10 - República Dominicana x Coreia do Sul
7:20 - Japão x Sérvia

Okayama
0:10 - Quênia x Argélia
3:10 - Argentina x China
6:40 - Cuba x Estados Unidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário