Comitê Paralímpico Brasileiro apresenta time de embaixadores em evento no Rio de Janeiro - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Comitê Paralímpico Brasileiro apresenta time de embaixadores em evento no Rio de Janeiro

Compartilhe

O Comitê Paralímpico Brasileiro anunciou na quinta-feira (30) o lançamento do Programa Embaixador Paralímpico. A cerimônia que marcou o início do projeto ocorreu no Palácio da Cidade, no Rio de Janeiro, com a presença das personalidades que integram o time: Fernanda Lima, Rodrigo Hilbert, Emerson Fittipaldi, Flávio Canto e Luiz Severiano Ribeiro. Romário e Ronaldinho, também embaixadores paralímpicos do CPB, não puderam comparecer.

O Programa busca atrair atenção para o movimento paralímpico contando com a imagem dos embaixadores em eventos e campanhas nas redes sociais. O lançamento teve a participação dos campeões paralímpicos Rosinha dos Santos, Yohansson do Nascimento e Terezinha Guilhermina, com seu guia Guilherme Santana.

“Fico muito orgulhosa de ter sido convidada. Não sou esportista, como o Emerson e o Flávio Canto, por exemplo, mas como comunicadores, o mínimo que podemos fazer é divulgar o trabalho de atletas incríveis. Quanto mais sabemos as dificuldades, mais admiração tenho”, disse Fernanda Lima.

“Estamos todos aqui por um motivo especial: o esporte. Sou apaixonado pelo esporte e tenho uma história aqui no Rio de Janeiro. O Comitê Paralímpico Brasileiro está de parabéns pelo trabalho que está sendo feito. Tudo muito bem organizado e este tipo de iniciativa dá oportunidades incríveis a novos atletas”, afirmou o ex-piloto Emerson Fittipaldi.

A iniciativa empolgou o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro. Andrew Parsons crê que a presença de figuras públicas desta representatividade trará ainda mais atenção ao movimento. E em seu momento mais importante, a pouco mais de um ano dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

“Os embaixadores vão ajudar a promover o esporte paralímpico para além das fronteiras de quem curte o esporte, para quem já conhece estes atletas. Queremos casa cheia em 2016, com o Brasil inteiro torcendo e os embaixadores são absolutamente vencedores em suas respectivas áreas e vão ajudar a movimentar o Brasil e ser uma só torcida na Paralimpíada”, disse Andrew, que também é vice-presidente do Comitê Paralímpico Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário