Um ano antes da Olimpíada, Rio recebe desafio Brasil - EUA de Vôlei de Praia


A praia é a mesma, mas por enquanto será apenas uma prévia da disputa do vôlei de praia feminino nas areias de Copacabana. Entre hoje e domingo, as melhores duplas de Brasil e Estados Unidos, países que dominam o cenário do vôlei de praia mundial, se enfrentam no Desafio Melhores do Mundo. Essa será também a oportunidade de ver o tão esperado e inédito confronto entre Larissa e Walsh.

As duas já se duelaram diversas vezes pelo Circuito Mundial, mas desde a formação de seus novos times que as jogadoras não se enfrentam. Enquanto a tricampeã olímpica Walsh, que conquistou as medalhas olímpicas ao lado de May, agora forma time com Ross, Larissa, que fez história ao lado de Juliana, agora tem como parceira Larissa. As duas duplas são apontadas como favoritas ao ouro olímpico de 2016, por isso será uma chance do torcedor ter uma prévia do torneio que será disputado no ano seguinte no mesmo local.

“Brasil e Estados Unidos são os dois países mais tradicionais no vôlei de praia. A chance de ter um torneio que reúne as melhores duplas dos dois países é garantia de um bom espetáculo para o público. Quem for a arena em Copacabana terá uma amostra do torneio olímpico”, comentou Larissa.

A jogadora que ficou um ano e meio afastada das quadras, depois da conquista da medalha de bronze em Londres-2012, não esconde que a rival americana foi um dos motivos para a sua volta ao vôlei de praia: “Estava em casa e assistindo um jogo que q Walsh venceu a Juliana e pensei que não podia ficar parada deixando-a vir na nossa casa e conquistar esse ouro fácil. Foi quando tomei a decisão de voltar a jogar”.

Além de Larissa/Talita, o Brasil será representando por Juliana/Maria Elisa, Ágatha/Bárbara Seixas e Maria Clara/Carol. Já o esquadrão norte-americano será formado por Walsh/Ross, Kessy/Day, Fendrick/Sweat e Fopma/Rossa. Também haverá disputas no masculino com o time do Brasil formado por Ricardo/Emanuel, Alison/Bruno Schmidt, Pedro Solberg/Evandro e Álvaro Filho/Vitor Felipe e o time dos EUA com Dalhausser/Rosenthal, Gibb/Paterson, Brunner/Lucena e Hyden/Bourne.


Foto: Divulgação

0 Comentários