Tsuboi e Calderano comemoram resultado histórico no Aberto do Catar de Tênis de Mesa - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Tsuboi e Calderano comemoram resultado histórico no Aberto do Catar de Tênis de Mesa

Compartilhe

Gustavo Tsuboi (44º colocado do ranking mundial) e Hugo Calderano (70º) aprovaram seu desempenho na conquista da medalha de prata no torneio de duplas do Aberto do Catar, neste domingo (22). Este foi o melhor resultado das Américas na história em um evento da série Super, a mais importante do Circuito Mundial.

Na final, Tsuboi e Calderano foram batidos pelo português Marcos Freitas (10º) e pelo croata Andrej Gacina (28º) por 3 sets a 0, parciais de 11/3, 11/5 e 12/10. A histórica campanha dos brasileiros incluiu ainda um triunfo na semifinal sobre os campeões europeus Ruiwu Tan, da Croácia, e Wang Zengyi (57º), da Polônia, também por 3 a 0 (11/7, 11/8 e 11/9).

“Para uma terceira vez, jogamos muito bem. Apesar de tristes com a derrota, fizemos um grande torneio. Conseguimos vencer duplas muito fortes, como os campeões europeus na semifinal. Por sermos uma dupla nova, temos muita perspectiva para melhorar bastante. Temos muito potencial para combinar as jogadas e entrosar mais. É um passo para uma boa parceria”, disse Tsuboi, que também fez uma avaliação da final.

“Hoje não jogamos tão bem quanto em outras partidas. Eles foram muito sólidos, sabíamos que poderíamos enfrentar dificuldades. O mais importante nas duplas é sacar e receber, e não conseguimos fazer o que queríamos. Foi difícil antecipar as jogadas”, completou.

Calderano, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude do ano passado, também aprovou o desempenho da dupla e projetou um futuro ainda melhor.

“Fizemos um ótimo torneio juntos. Foi apenas a terceira vez juntos, então esse é um resultado muito bom. Estamos desapontados pela derrota na final, mas há mais por vir. Foi uma boa oportunidade para nos conhecermos melhor”, afirmou.

Considerando todas as etapas do Circuito Mundial, Tsuboi e Calderano atingiram seus melhores resultados em duplas. O primeiro já havia sido semifinalista nos Abertos da Rússia (2012) e do Brasil (2012 e 2008), torneios de porte inferior ao do Catar.

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude do ano passado, em Nanquim, na China, Calderano já havia sido vice-campeão do Aberto do Brasil, também em 2012.

Esta é apenas a terceira vez que os dois brasileiros atuam juntos nas duplas. Nos Abertos da Suécia, no fim de 2014, e do Kuwait, na semana passada, eles haviam chegado às oitavas de final.

O próximo compromisso da seleção brasileira adulta será o Campeonato Latino-Americano, que acontecerá de 16 a 21 de março, em Buenos Aires, na Argentina.


Foto: ITTF/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário