Boschilia é cortado da seleção sub-20, e Gallo define os 23 jogadores do Sul-Americano - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Por Jonatan Androwiki

Com uma surpresa, o técnico Alexandre Gallo definiu a lista final de jogadores que irão ao Uruguai para o Sul-Americano Sub-20 de futebol. O meia Boschilia (foto acima), do São Paulo, ficou de fora da relação de 23 jogadores que disputarão a 27ª edição do torneio. A informação foi dada às 17h15 (horário de Brasília) deste domingo (11) pelo site La Nueve, do portal Perú.com, especializado na cobertura de campeonatos de base. 

Gabriel Boschilia era considerado presença certa na seleção de Gallo por ser um dos principais nomes da atual geração sub-20 do Brasil. Sob o comando do treinador, foi campeão Sul-Americano Sub-17, em 2013, e vice-artilheiro do Mundial da categoria no mesmo ano, com seis gols em cinco partidas. Pelo São Paulo, porém, foram poucas chances em 2014: dos 28 jogos que fez, apenas quatro foram como titular – marcou dois gols.

A princípio, dos 27 pré-convocados pelo treinador em novembro, quatro seriam cortados. Mas, até o momento, Alexandre Gallo não havia precisado realizar nenhuma dispensa por opção técnica. O volante Danilo foi liberado a pedido de seu clube, o Braga, de Portugal; e os atacantes Carlos e Otávio deixaram o elenco por contusão, assim como o volante Matheus Biteco, o único que teve um substituto chamado – Thiago Maia, que irá ao Sul-Americano.

O afunilamento do plantel sub-20 brasileiro chegou a 24 nomes para 23 vagas, com quatro nomes indicados para a exclusão restante: o zagueiro Léo Pereira , o lateral Lorran, o atacante Yuri Mamute, além do próprio Boschilia. Eles foram os únicos que não foram testados entre os titulares nos treinos coletivos na Granja Comary e nos amistosos preparatórios, nas vitórias sobre o Friburguense, por 3 a 1, e diante do Macaé, neste domingo (11), por 2 a 1.

Na montagem do elenco, pode ter pesado na escolha a capacidade dos concorrentes em atuar em mais de uma função. Canhoto, Léo Pereira já atuou como lateral-esquerdo e até como volante – jogou assim com Gallo, na sub-17. Lorran, além de lateral, pode atuar no meio de campo; e o Yuri Mamute, centroavante adaptado à ponta esquerda na seleção, conta com a simpatia do treinador pelo esforço e empenho tático.

Além disso, o fraco desempenho do meia são-paulino na conquista do Torneio de COTIF, na Espanha, em agosto, parece ter feito o meia são-paulino perder prestígio na seleção. Mesmo inscrito com a camisa 10, ele amargou a reserva e chegou a ser expulso do banco, por reclamação. Para a estreia diante do Chile, nesta quinta-feira, 15, Gallo terá como armadores Nathan, Lucas Evangelista e o ascendente Gérson. Os jogadores brasileiros relacionados para o torneio são:

Goleiros: Georgemy (95 - Cruzeiro), Lucas Perri (97 - São Paulo) e Marcos (96 - Fluminense);

Laterais: Auro (96 - São Paulo), João Pedro (96 - Palmeiras), Lorran (96 - Vasco) e Wanderson Caju (95 - Santos);

Zagueiros: Eduardo Bauermann (96 - Internacional), Léo Pereira (96 - Atlético-PR), Marlon (95 - Fluminense) e Nathan Cardoso (95 - Palmeiras);

Meio-campistas: Eduardo Henrique (95 - Atlético-MG), Gérson (97 - Fluminense), Lucas Evangelista (95 - Udinense/ITA), Marcos Guilherme (95 - Atlético-PR), Nathan Allan (96 - Atlético-PR), Thiago Maia (97 - Santos) e Walace (95 - Grêmio);

Atacantes: Gabriel Barbosa (96 - Santos), Kennedy (96 - Fluminense), Malcom (97 - Corinthians), Yuri Mamute (95 - Grêmio) e Thalles (95 - Vasco).

Nenhum comentário:

Postar um comentário