Sensação de 2014, recordista etíope no atletismo concorre a atleta do ano da IAAF - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Sensação de 2014, recordista etíope no atletismo concorre a atleta do ano da IAAF

Compartilhe


A voz é calma, bem baixa. O jeito quase acanhado de Genzebe Dibaba, de fato, não condiz com os feitos que ela conquistou nesta temporada. Foram grandes e fizeram barulho no mundo do atletismo. Após quebrar recordes em suas corridas, a etíope já assegurou seu espaço entre os principais nomes do esporte. Apesar disso tudo, a jovem de 23 anos mantém a maneira focada e tranquila que a levou até o topo de pódios recentemente. A concentração em seus objetivos é, inclusive, maior do que a vontade de levar uma vida como outras meninas da sua idade.

- Eu ainda moro com meus pais. Após os treinos gosto de ver filmes com meus amigos e às vezes nadar. Por causa dos meus objetivos e sonhos, sempre foco nos treinamentos - diz.

Apesar de todo o foco diário para alcançar esses feitos, Genzebe gosta de ouvir música. De preferência, as bem lentas e tranquilas. O cabelo é pintado nas pontas e moldado. Um estilo que ela garante não ter se inspirado em ninguém. É dela.

Também é de Genzebe Dibaba uma das temporadas mais vitoriosas do atletismo. Não por acaso ela figura entre as três finalistas da disputa feminina dos prêmios de ''Atleta do Ano'' da Federação Internacional de Atletismo (IAAF). Na premiação, ela concorre com Valerie Adams (Nova Zelândia, arremesso de peso) e Dafne Schippers (Holanda, 100m, 200m). Neste ano, ela obteve dois novos recordes mundias indoor nos 1500m (com 3m55s17) e 3000m (com 8m16s60). Também foi campeã mundial indoor dos 3000m em Sopot, na Polônia. Na disputa da Copa Intercontinental, outdoor, ela também foi ouro na mesma distância.

- Esse ano foi diferente para mim. Comecei bem nas corridas indoor, com bons tempos e depois me machuquei - disse, com um discurso humilde.

O atletismo e as vitórias estão no DNA da família Dibaba. As irmãos mais velhas, Tirunesh e Ejegayehu são medalhistas olímpicas e mundiais. Derartu Tulu, também campeã olímpica, é prima de Genzebe. Com o histórico familiar, ela não nega. Admite sim que a inspiração veio de casa. E é de lá que também vem o suporte nos momentos difíceis e os conselhos nos de vitórias.
- Minha família sempre me encorajou a fazer isso. Para ser mais forte e forte no que faço. E minha irmã Tirunesh é minha motivação - disse.

O ano de 2015 vem com mais desafios para Genzebe. A jovem corredora de Etiópia que, em 2014, se acostumou com o pódio não quer nem pensar em ficar longe dele. A temporada tem como principal competição o Mundial outdoor, que será disputado em Pequim.

- Para a próxima temporada, tenho um grande objetivo. Temos um grande Mundial e nunca fui medalhista neste evento. Meu objetivo é esse e estou mais forte do que antes - concluiu.

fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário