Tomas Berdych reclama da grama de Wimbledon, mas quer o título - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Tomas Berdych reclama da grama de Wimbledon, mas quer o título

Compartilhe

 Em entrevista ao jornal britânico The Guardian publicada nesta segunda-feira, Tomas Berdych deu uma bela cornetada na quadra de grama do All England Club, em Wimbledon, mas disse que este é o melhor Grand Slam para ele conquistar seu primeiro título.

O tcheco também declarou sua tentativa de quebrar a barreira do top 4 após se firmar como o quinto do mundo. 


"É uma questão de juntar as peças, mas o quebra-cabeças é enorme", disse o tenista de 28 anos: "É preciso ser extremamente profissional. É o que preciso para jogar meu melhor tênis. Recebo sempre as mesmas perguntas. Se alguém fizer as estatísticas verá que recebo sempre as dez mesmas perguntas após cada jogo. É por isso que gosto do twitter onde mostro um lado diferente meu". 

Tomas afirmou que a conquista de Stanislas Wawrinka no Australian Open foi encorajadora para si e os outros tenistas: "Tive bem perto de vencê-lo (na semifinal). Foram três tie-breaks. Stan nos deu uma nova crença, nova energia, nos mostrou que é possível. É incrível que desde 2005 pouquíssimos puderam ganhar os Grand Slams". 

"Agora tenho a certeza de dizer que está se abrindo e é por isso que não me sinto cansado após 12 anos no circuito. Tenho um novo impulso e sinto que estouperto. Tenho uma energia extra para trabalhar e chegar mais alto. Também demorou para Andy Murrayganhar o seu primeiro". 

Tomas esteve mais perto de vencer um Slam em 2010 quando fez final de Wimbledon: "E havia o Rafa (Nadal) na final. Eu me lembro que tinha dificuldades com a grama nos meus primeiros anos lá, mas o piso mudou e ficou mais fácil, passei a me mover melhor. E agora se adapta bem ao meu jogo.Ano passado joguei em Queen´s pela primeira vez e fui bem. Estou feliz de poder voltar este ano. Não sei se eles querem ouvir isso em Wimbledon, mas a grama de Queen´s é de longe melhor". 

"Acho que ainda posso ganhar um Slam e seria muito especial. Se tivesse que escolher um seria Wimbledon, mas quero qualquer um deles".

Fonte: tenisnews.band.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário