Sonhando com Sochi, argentina rouba cena no Brasileiro de esqui alpino - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Sonhando com Sochi, argentina rouba cena no Brasileiro de esqui alpino

Compartilhe







A disputa do Campeonato Brasileiro de Esqui Alpino teve festa da maior rival do Brasil, a Argentina. Nesta sexta-feira, no encerramento da competição no Valle Nevado a esquiadora argentina Salomé Bancora venceu a prova de Slalom Especial feminino, conquistou seu segundo ouro no Chile (foi campeã também no Slalom Gigante), repetiu os resultados de 2012 e ganhou motivação extra na briga para ir às Olimpíadas de Inverno de Sochi-2014

Com o tempo de 1m27s75, Salomé deixou para trás a ucraniana Bogdana Matsotska (1m28s23) e a russa Elena Yakovshina (1m29s14), que deixa o Chile com dois bronzes e uma prata. Chiara Marano (1m46s87) terminou na 12ª posição entre as 16 atletas que completaram as duas descidas e garantiu o título brasileiro, já que Maya Harrison não terminou a primeira descida.

- No gigante, as condições climáticas ajudaram mais do que hoje, foi uma corrida muito boa e eu em especial foi minha melhor corrida em pontos, então fiquei bem feliz. Hoje o clima estava pior, então atrasou bastante a corrida, mas foi também uma boa corrida, consegui ganhar e estou muito contente também – afirmou Salomé.

A argentina de 20 anos confirma seu bom momento, com cinco pódios e três vitórias nas competições disputadas na América do Sul em agosto. Bons resultados que a ajudam a dar um passo em direção a seu principal sonho no momento: ir pela primeira vez às Olimpíadas.

- Até janeiro temos que esperar para que feche a lista do Comitê Olímpico Argentino para ver quem vai ou não. Mas estou tratando de fazer todo o possível para ir porque é um sonho. Essas vitórias são muito motivadoras. Toda a equipe argentina está tendo uma grande temporada, então estamos muito motivadas como equipe. Individualmente estou muito satisfeita com o que consegui até agora e espero seguir melhorando para realizar o sonho de ir às minhas primeiras Olimpíadas – disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário