Surto Entrevista - Don Porter


O Surto Olímpico tem o orgulho de trazer mais uma entrevista internacional. O entrevistado de hoje é o presidente da ISF (Federação internacional de Softbol) e co-presidente da WBSC (Confederação Mundial de Beisebol Softbol), Don Porter.

Em sua opinião, Quais as chances do Beisebol/Softbol retornarem aos Jogos Olímpicos?

Estou bem confiante nisso, mas precisamos do apoio de todas as federações nacionais das modalidades.

Quando surgiu pela primeira vez a ideia de fundir as candidaturas do Beisebol e do Softbol para formar a WSBC (Confederação Mundial de Beisebol Softbol)?

Foi em 2012, após uma revisão em que percebemos que uma candidatura combinada seria mais forte do que candidaturas separadas.

Quais esportes você considera como maiores rivais do Beisebol/Softbol na disputa da vaga no programa Olímpico de 2020?

Consideramos todos os demais esportes candidatos rivais muito fortes.

Quais as vantagens de ser um esporte Olímpico para o Beisebol/Softbol?

Ser um esporte Olímpico permitiria ter mais oportunidades para fazer os esportes crescerem mundialmente, com a ajuda de patrocinadores corporativos, exposição na mídia e abrir portas em novos países.

Quais os valores que o Beisebol/Softbol pode trazer para os Jogos?

Somos os maiores esportes em participação fora do programa Olímpico com forte interesse comercial, com televisão forte e alto interesse da mídia.

Como o sucesso do WBC (World Baseball Classic) pode tornar a candidatura bem sucedida?

O WBC foi um evento bem sucedido, e teve uma boa cobertura da TV e atraiu um grande interesse da mídia.

Em maio, o Comitê Executivo do COI irá se reunir em São Petersburgo (RUS) para recomendar os esportes que disputarão a vaga no programa Olímpico de 2020. Está confiante para enfrentar essa primeira barreira?

Estamos confiantes em fazer uma boa apresentação para o COI e mostrar as mudanças do esporte nos nossos esporte para torna-los muito atraentes para o programa Olímpico.

O que vocês farão para sensibilizar os delegados do COI para colocar o Baseball/Softball de volta no programa Olímpico?

Faremos todos os membros do COI tomarem conhecimento das mudanças que farão o Beisebol/Softball um parceiro muito forte para o Movimento Olímpico e aumentar o desenvolvimento para mais garotos, garotas, homens e mulheres jogarem em todo o mundo.

Deixe algumas palavras para os leitores brasileiros.

Sabemos que o Brasil é uma nação que ama os esportes e será bem sucedido quando sediar a Copa do Mundo de Futebol de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.



Postar um comentário

To Top