A Cerimônia de Encerramento dos Jogos Olímpicos

                         Cerimônia de Encerramento dos Jogos de Pequim

Contrastando com a cerimônia de abertura, a maioria dos elementos da cerimônia de encerramento tem mais a ver com a tradição, do que com obrigações. Normalmente os porta bandeiras de cada país participante entram no estádio em fila indiana , e atrás deles, todos os atletas, juntos, sem separação por nacionalidade. A mistura de todos os atletas começou na Olimpíada de 1956, em Melbourne, ideia de um estudante australiano chamado John Ian Wing, que pensou como uma maneira de trazer o mundo como um só. Durante a cerimônia de encerramento, ocorre a entrega das medalhas da Maratona Masculina.

Após a entrada dos atletas, três bandeiras nacionais são hasteadas nos mastros uma de cada vez, enquanto o hino nacional correspondente é tocado: a bandeira da Grécia, no mastro do meio em homenagem ao local de nascimento dos Jogos Olímpicos, a bandeira do país sede no mastro a esquerda da bandeira grega e a bandeira do país que irá sediar a próxima edição fica no mastro a direita da bandeira da Grécia.

Após ao hasteamento das bandeiras, o presidente do Comitê Organizador faz um discurso e o Presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional) formalmente encerra os Jogos dizendo: "Eu declaro os Jogos da (numero da edição) Olimpíada encerrados e convoco os jovens do mundo para se reunirem em quatro anos em (nome da cidade sede) para celebrar os Jogos da (numero da edição) Olimpíada." 

A chama Olímpica então é extinta e, enquanto o Hino Olímpico toca, a bandeira Olímpica que passou 15 dias hasteada, é retirada do mastro e saí do estádio.

Então, para finalizar a cerimônia, ocorre a Cerimônia de Antuérpia. Onde o prefeito da cidade sede dos Jogos recém encerrados, entrega uma bandeira Olímpica especial (menor) para o presidente do COI, que a entrega para o Prefeito da cidade sede da próxima Olimpíada, que a balança oito vezes.

4 Comentários

To Top