O Brasil no Pré Olímpico das Américas de Luta Olímpica.



Por Pedro Gama Filho (@pgamafilho)

Dia 1 

Posso dizer que a Greco Romana nos surpreendeu pelo nivel tecnico de nossos atletas, que são majoritariamente geração 2016. Mesmo com toda juventude e menos experientes do que muitos, lutaram muito bem, e em algumas categorias chegaram muito perto da vaga. certamente, trabalhando sério ate la, se classificarão por méritos próprios para 2016.

A primeira luta do dia foi entre Diego Romanelli (60kg) contra o sempre perigoso Juan Carlos Asprilla (COL). Diego, que era o aniversariante do dia (completando 21 anos), impôs o ritmo e venceu com facilidade por 2 rounds a zero. Bom começo. Diego que estava em uma chave muito difícil, enfrentou em seguida Ellis Coleman (USA), conhecido da internet pelo golpe esquilo voador. Não deu pro brasileiro, que perdeu em dois rounds a luta e a chance de seguir rumo a vaga, mas demonstrou muita bravura e se firmou como uma de nossas maiores promessas para 2016.

O proximo a lutar foi Angelo Moreira (66kg) que pegou de cara o multi medalhista Pan Americano do Mexico, Ivan Calderon (MEX). Angelo começou bem vencendo o 1o round por 6-0, no segundo round, um ponto controverso tirou a concentração de nosso jovem atleta, o que culminou na derrota no round. A luta foi para o ultimo e decisivo round e Angelo, foi mais uma vez superado pela maior experiencia do atleta Mexicano, perdendo a luta e a chance de classificação. 

Davi Albino (96kg) foi o ultimo brasileiro a entrar no tapete passando com facilidade por Randy Martinez (HON)  por dois rounds a zero. Seguindo firme rumo a vaga, encontraria na luta derradeira o fortissimo atleta, Erwin Caraballo (VEN), velho conhecido do brasileiro. Foi por muito pouco que a vaga nao veio, Davi saiu na frente, defendendo o clinch do 1o round e se colocando a um passo da vaga...infelizmente a experiência pesou e o atleta venezuelano venceu o 2o round da mesma forma, defendendo o clinch, a ironia do destino. No ultimo round, ambos atletas estavam muito cansados, e mais uma vez a experiência pesou, e nosso atleta mesmo lutando muito bem perdeu a vaga pro venezuelano. É uma promessa que poderia ter vingado desde já.

Hoje a Luta Greco Romana continua com Antoine Jaoude, que ao contrário dos outros atletas, pode e deve usar a experiência a seu favor.Nossas meninas tambem entram no tapete pra correr atrás de suas vagas na Luta Livre.Acredito muito nesse time, vamos torcer.

0 Comentários