Desistência de Roma por Jogos de 2020 provoca saída do Vice Presidente do COI.

                   Mario Pescante sai do COI depois da desistência de Roma.


Mario Pescante, vice-presidente do COI, renunciou ao seu mandato após se sentir "envergonhado" pela falta de apoio do governo italiano a candidatura de Roma para sediar os Jogos de 2020.

O ex-ministro de esportes da Itália era um dos maiores defensores da campanha italiana (também presidente) para voltar a sediar uma Olimpíada após 60 anos.

Mas após a negativa do Primeiro Ministro italiano, Mario Monti, em dar as garantias necessárias do governo, devido a enorme crise financeira que engole o país, a candidatura de Roma não seguiu adiante.

Pescante disse: "Me sinto envergonhado de representar um país que desistiu tão cedo."

O COI confirmou que recebeu a renúncia de Pescante (que estava no cargo desde 2009). Mas ele permanecerá como membro do Comitê Olímpico Internacional.

0 Comentários