Troféu Brasil de Atletismo 2019 - Dia 3


O sétimo título do marchador Caio Bonfim marcou o terceiro dia do Troféu Brasil de Atletismo, que está sendo realizado em Bragança Paulista.

Bonfim e Elianay Barbosa, ambos do CASO-DF, venceram na manhã deste sábado (31/8) as provas dos 20 km marcha atlética no masculino e feminino, disputadas em um circuito de 1 km, montado na Avenida Alpheu Grimello, ao lado do Lago do Taboão, em Bragança Paulista (SP).

Caio Bonfim, medalha de bronze no Mundial de Londres 2017, obteve o sétimo título da competição ao completar a distância em 1:24.32, seu melhor tempo no circuito, em que já havia competido três vezes. "Estou muito feliz com o resultado porque o percurso é muito duro e estava muito calor", lembrou o marchador brasiliense. As provas, segundo a súmula da CBAt, começaram com 22 graus e terminaram com 31 graus.

O atleta de 28 anos gostou do desempenho também porque está se recuperando de um resfriado. "Acordei na quinta-feira com gripe e só melhorei um pouco na sexta-feira à noite", disse Caio, que comemorou a vitória com o dedo na boca, dedicando a vitória para o filho Miguel, nascido em junho.

Ganhador da medalha de prata no Pan-Americano de Lima e qualificado para o Mundial de Doha, ele segue na terça-feira (3/9) para Serra Nevada, na Espanha, onde fará a preparação final em altitude. "Vai ser um período difícil até o Mundial. Ficar isolado, longe da família, com foco total no treinamento, não deixa de ser complicado", completou.

No feminino, Elianay, companheira de treino de Caio em Sobradinho (DF), venceu pela primeira vez o Troféu Brasil, depois de bater na trave inúmeras vezes, com o tempo de 1:40.32. "Disputei a competição pela primeira vez em 2002 e finalmente conquistei o ouro", comemorou a atleta tocantinense de 35 anos. "Senti um pouco de cansaço porque venho de uma prova de 50 km no Pan de Lima, há três semanas."

A experiente marchadora não esconde a sua alegria por esta temporada. "Venci o Troféu Brasil, a Copa Brasil, fui ao Pan e vou ao Mundial, tudo excelente", comentou a atleta, qualificada para os 50 km do Mundial de Doha. No Catar, Elianay terá a companhia de Viviane Santana de Lyra (FECAM), vice-campeã neste sábado, com 1:42.15, qualificada para os 20 Km e os 50 km.


Mateus Américo é bi nos 800m 
Matheus Américo Medeiros Pessoa (ABC) conquistou na tarde deste sábado (31/8) o bicampeonato dos 800 m do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, que termina neste domingo (1/9), no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP).

Américo, como é conhecido, mostrou-se extremamente feliz com a vitória e o tempo de 1:48.33. "Perdi o período de base, por causa da extração dos sisos, e estou com apenas seis meses de treinamento. Por isso, perdi a chance de brigar pelos índices para o Pan de Lima e para o Mundial de Doha", comentou o atleta de 23 anos, sargento do Exército. Por não estar na melhor forma, optou por fazer uma prova tática. "Fiquei mais atrás e só ataquei para a vitória nos últimos 200 m", completou o corredor, treinado por Edilberto dos Santos Barros.

Nos 800 m feminino, a mineira Klediane Jardim (Orcampi Unimed) foi a campeã, com 2:05.34. A atleta vem de disputar a Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, prova de 21,097 km, onde terminou na quinta colocação. "Eu tenho uma velocidade natural e sou resistente. Por isso, além de provas de rua, faço também os 800 m e os 1.500 m", disse a atleta de 31 anos, que foi bronze nos 1.500 m, com 4:32.49.

No ano passado, também em Bragança Paulista, Klediane foi vice-campeã das duas provas. Ele treina e mora em Lorena (SP) e é orientada por Eduardo Nascimento, ex-recordista sul-americano de meia maratona.

O paulistano Wellinton Fernandes da Cruz Filho (IEMA) obteve o seu recorde individual para vencer o lançamento do disco, com 59,03 m, marca alcançada na terceira tentativa. "Estou muito feliz por ter vencido e pela minha marca. Embora estivesse entre os favoritos sempre há um receio de alguma coisa dar errado", afirmou o atleta de 21 anos, que treina com João Paulo Alves da Cunha, em São Caetano do Sul (SP).

Na final dos 5.000 m, Jenifer do Nascimento (Pinheiros) garantiu a sua segunda medalha de ouro, depois de vencer os 10.000 m. Ela completou a distância em 16.19.19. Paulista de Osasco, ela treina com Cláudio Castilho. 


Foto: CBAt

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes