Resumão do Parapan 2019 - Dia 7






Basquete em cadeira de rodas




O basquete feminino do Brasil ficou com a medalha de bronze no Parapan. O Brasil venceu a Argentina por 69 a 44.  Débora Costa foi a cestinha brasileira com 19 pontos. O ouro ficou com o Canadá, que venceu os Estados Unidos  por 67 a 64.




Bocha





O Brasil se garantiu em três das quatro finais possíveis nas categorias da Bocha. No BC1 José Carlos Oliveira vai enfrentar Eduardo Sanchez (MEX). Na BC2 Maciel Santos enfrenta Luis Cristaldo (ARG) e na BC3 Evelyn Oliveira venceu o confronto braisleiro contra Mateus Carvalho e vai enfrentar Jesus Romero (COL). Mateus vai enfrentar Stefania Ferrando (ARG) pelo bronze. As finais serão amanhã (31)






Ciclismo estrada



O Brasil conquistou duas medalhas no primeiro dia de disputas do ciclismo estrada. Lauro Chaman ganhou a prata no contrarrelógio C1-C5 masculino e Eduardo Ramos levou o bronze também na prova de contrarrelógio, mas na categoria H1-H5.





Futebol de 5





O Brasil confirmou o favoritismo e levou o ouro no futebol de 5, ao derrotar a Argentina por 2 a 0. Cássio e Jefinho marcaram os gols brasileiros, que mantiveram sua invasibilidade que dura desde 2006, intacta. O México ficou com o bronze. Essa foi a centésima medalha de ouro do Brasil nos jogos Parapan-americanos




Goalball




Em um confronto muito difícil contra o  Canadá, o Brasil precisou de duas prorrogações para vencer por 4 a 3 e se classificar para a final do torneio feminino. Agora o Brasil enfrenta os Estados Unidos na luta pelo ouro no sábado (31).  O meninos do Brasil também jogam a final neste sábado, também contra os americanos.




Levantamento de Peso





O Brasil faturou quatro medalhas no segundo dia de disputas do levantamento de peso em Lima. Mariana D'Andrea foi ouro na categoria combinada 61 e 67kg feminino; Ezequiel de Souza também foi ouro na categoria até 72kg masculina. Luciano Bezerra levou a prata na categoria até 59kg e Amanda Santos ficou com o bronze na categoria até 73 kg





Natação




A natação do Brasil manteve o seu desempenho emocionante e chegou a incrível marca de 102 medalhas em Lima, recorde da modalidade em jogos Parapan-americanos. Hoje foram 21 medalhas conquistadas.

Já virou tradição em Lima o pódio 100% brasileiro e ele aconteceu duas vezes: nos 100m livre S9 com Ruiter, Vanilton Filho e João  Pedro Drumond ficando com ouro prata e bronze, respectivamente e nos 200m medley S14 feminino, com as gêmeas  Beatriz e Débora Carneiro fazendo dobradinha , e Ana Karolina Santos ficando com o bronze. 

Tivemos também duas dobradinhas ouro-prata, nos 100m borboleta masculino S11 com Wendell Belarminio e José Luis Perdigão e a mesma prova na categoria S12/13, com os irmãos Douglas e Thomaz Matera. Também tivemos ouro  e bronze do Brasil na mesma prova nos 200m livre (S3-S5) feminino, com Joana Neves e Esthefany Oliveira e nos 50m livre S2 masculino, com Gabriel Santos e Bruno Becker.

Cecília Araújo foi ouro nos 50m livre S8 feminino e Gabriel Cristiano também foi ouro na prova masculina; Daniel Dias aumentou sua coleção de ouros ao vencer os 200m livre S4-5; Phelipe rodrigues foi outro que aumentou sua coleção com o ouro nos 400m livre S10.

Laila Garcia ficou com a prata nos 50m livre S6 e Talisson Glock ficou com o bronze na prova masculina; Já Felipe Caltrán ficou com o bronze  nos 200m medley S14.

Amanhã será o último dia da natação em Lima.






Parabadminton





O Brasil se classificou para cinco finais no parabadminton. No SL4, Rogério Oliveira vai enfrentar Raul Anguiano (GUA) pelo ouro. Na final do SL3 Leonardo Zuffo enfrenta Pedro de Vinatea (PER); 

Na SU5, uma final brasileira entre Eduardo Oliveira e Ricardo Cavalli; Na SS6, Vitor Tavares enfrenta Mike Krajewski (USA); Outra final brasileira será nas duplas masculina WH1-WH2. Rodolfo Cano/Rômulo Soares enfrentam Marcelo Conceição e Julio César Godoy. 

Já Danielle Souza vai disputar o bronze contra Maydelin Soriano (CUB).







Parataekwondo





O parataekwondo brasileiro estreou da melhor maneira possível em Lima. Nathan Torquato levou o ouro na categoria K44 até 61 kg ao vencer Geraldo Castro (DOM) por 40 a 13. e  Silvana Mayara e Cristhiane Neves fizeram uma final brasileira no K44 até 58kg e Silvana  venceu por 19 a 10 e ficou com o ouro e Cristhiane pegou a prata.






Tênis em Cadeira de rodas



Daniel Rodrigues garantiu a medalha do Brasil no tênis em cadeira de rodas, ao vencer Casey Ratzlaff (USA) na disputa do bronze por 2 sets a 0 (6/2 e 6/3) no torneio de simples masculino. O ouro ficou com Gustavo Fernandez (ARG).



O Brasil superou a marcar de 100 medalhas d eouro nos jogos Parapan-americanos e já pode afirmar com certeza que irá bater o recorde de medalhas de Toronto, onde foram conquistadas 257 medalhas. Faltando dois dias para acabarem os jogos,o Brasil já tem 255. confira o top 5 abaixo:



fotos: Ale Cabral, Alexandre Schenider, Washington Alvez/Exemplus/CPB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes