Conheça três mulheres que fizeram história no tênis mundial


 A aproximação do tradicional torneio de Roland Garros em Paris coloca em evidência a luta dos tenistas em se manterem invictos em suas competições para alcançar o tão almejado status de vencedor do Grand Slam do tênis mundial.

O Grand Slam é a junção dos quatros maiores torneios de tênis do mundo: Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open. A CBT (Confederação Brasileira de Tênis) esteve presente em várias edições dos torneios. O título de vencedor do Grand Slam propicia ao tenista a oportunidade de entrar para a lista dos melhores do mundo e um altíssimo valor monetário pela conquista estupenda.

Poucas foram as pessoas que conseguiram conquistar os quatros mais importantes torneios do ano e entraram para lista dos melhores do mundo. Aproveitando que o French Open acontecerá no mês das mães, conheça agora 3 mulheres que fizeram história ganhando o Grand Slam mais de uma vez.

#1 Serena Williams

Serena conseguiu se tornar a 3º mulher na história a ficar por mais tempo no topo do ranking mundial, por 290 semanas. Tornou-se a maior campeã da história do Grand Slams, acumulando 23 títulos. Serena Williams, aos 37 anos, ainda se mantém ativa nas quadras. Em 2015, após ganhar o torneio de Wimbledon, a tenista se tornou a mais velha a ser campeã em qualquer torneio da Grand Slam.

E tem mais: Serena é a mulher que mais ganhou dinheiro em toda a história do tênis mundial com seus muitos títulos e popularidade. Atualmente, ela é a esportista que mais gera dinheiro. E por falar em dinheiro, Serena é responsável pela movimentação de apostas generosas! De acordo com a equipe do gigante br.netbet.com – empresa referência na área de loterias esportivas – Serena lidera inúmeras apostas disponíveis, refletindo a popularidade e sua garra pelo que faz.

#2 Martina Navrátilová


Martina Navrátilová conseguiu permanecer no topo do ranking mundial por muito tempo, exatamente por 332 semanas. Com origem nos Estados Unidos, foi uma das poucas que ganhou mais de uma vez todas as categorias do Grand Slam: simples, duplas e duplas mistas.

No auge da carreira como tenista, Navrátilová conseguia sacar a uma impressionante velocidade de 180 km/h. Se aposentou das quadras aos 38 anos, em 1992, porém até hoje é exemplo para muitas esportistas que almejam sucesso.

#3 Steffi Graf


Steffi é alemã e foi criada nos Estados Unidos. Graf era uma moça extremamente tímida na adolescência e foi graças a isso que iniciou sua vida no tênis. Como não conseguia se relacionar com pessoas da sua idade, ela usava as quadras de tênis da escola como seu porto seguro.

Graf ganhou o Grand Slam na mesma temporada que foi campeã dos Jogos Olímpicos, sendo a primeira e única tenista até hoje – entre homens e mulheres – a realizar um feito tão grandioso. Além disso, ganhou durante 10 anos seguidos pelo menos um dos torneios que compunham o Grand Slam. E conseguiu permanecer no topo do ranking de melhores do mundo durante incríveis 377 semanas, se tornando também a única tenista a conseguir essa façanha.

Sem dúvidas, essas três grandes mulheres representam o poder do sexo feminino dos esportes. E você, já tinha ouvido falar nas três melhores campeãs de tênis do mundo? Da próxima vez que lhe perguntarem, você não vai hesitar em dizer o nome dessas grandes mulheres.

fotos: Getty images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes