Pasta do esporte perde status de ministério em novo governo e é anexada ao Ministério da Cidadania

As expectativas se confirmaram e o esporte perdeu o status de ministério no novo governo do presidente Jair Bolsonaro, e agora fará parte do novo ministério da Cidadania, pasta criada para englobar desenvolvimento social, cultura e esporte. O nome anunciado pela assessoria de imprensa do governo de transição foi de Osmar Terra (MDB-RS), que foi ex-ministro do Desenvolvimento social no governo de Michel Temer.

O fim da pasta do esporte era especulada desde a campanha presidencial de Jair Bolsonaro. Dentre as possibilidades cogitadas, estava a fusão com Educação e Cultura, o que não se concretizou. Com a confirmação, o Brasil deixará de ter um ministério exclusivo de Esporte após 16 anos. A pasta foi fundada em 2003, pelo ex-presidente Lula.

Terra é o 18º ministro confirmado pelo presidente eleito. O deputado federal integra a Câmara desde 2001 e foi ministro de Desenvolvimento Social - que é responsável pelo Bolsa Família - no governo de Michel Temer, entre maio de 2016 e abril de 2018.

Não há previsão se o esporte terá uma secretaria dentro do ministério para assuntos específicos ou será de responsabilidade de Terra, algo que deverá ser detalhados nos próximos dias ou no início do governo de Jair Bolsonaro, em 2019.


foto: divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes