Buscando vagas em Tóquio 2020, Brasil disputa Mundial de Tiro Esportivo na Coreia do Sul

O Brasil inicia, no domingo (2), a disputa do Mundial de Tiro Esportivo da Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF, na sigla em inglês). O torneio, em sua 52ª edição, é disputado na cidade de Changwon, na Coreia do Sul, e as provas seguem até 15 de setembro.

A competição é a primeira do ciclo olímpico que vale vaga para os Jogos de Tóquio 2020. Assim, os atletas têm a oportunidade de já garantir a participação nas Olimpíadas do Japão e, a partir daí, fazer o ciclo de treinamentos nos próximos dois anos sem a pressão da necessidade da vaga. Após o Mundial, serão distribuídas vagas no Campeonato das Américas, nas Copas do Mundo do calendário da ISSF e nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em 2019.

A equipe do Brasil terá sete atletas, entre eles Felipe Wu, prata nos Jogos de 2016.

Os atiradores convocados são:

» Cassio Cesar Rippel – Carabina 3 Posições | Carabina Deitado | Fuzil Deitado
» Julio Almeida - Pistola de Ar 10m | Pistola de Tiro Rápido | Pistola Pistola de Fogo Central | Pistola 25
» José Carlos Iengo - Pistola deTiro Rápido | Pistola de Fogo Central | Pistola 25m
» Philipe Chateaubrian - Pistola de Ar 10m | Pistola de Fogo Central
» Felipe Almeida Wu - Pistola de Ar 10m | Pistola 50m
» Emerson Duarte - Pistola 25m | Pistola de Tiro Rápido
» Marcelo Viaro - Fossa Olímpica

A expectativa da diretoria técnica da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE) é classificar o maior número de atletas para as finais, de modo a aproximá-los da conquista de uma vaga para Tóquio 2020. 

Foto: Rede do Esporte


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes