Jogos Asiáticos 2018 - Dia 6

A China mantém a liderança indiscutivel do quadro de medalhas dos Jogos Asiáticos, que estão sendo disputados em Jacarta (INA), após seis dias de disputa. Entretanto, dois fatos fora dos locais de disputa chamaram a atenção na Indonésia.

Um atleta do Cazaquistão foi punido após ter se embriagado dentro na Vila dos Atletas e agarrado mulheres no refeitório. O Comitê Olímpico do país já tomou atitudes disciplinares, mas não submeteu aos organizadores dos Jogos.

Outra fato foi a tentativa da ciclista Olga Zabelinskaya (RUS) de tentar disputar a prova de estrada dos Jogos Asiáticos pelo Uzbequistão. A russa, que está tentando mudar de nacionalidade, foi impedida pela organização dos Jogos de estar na competição e a Corte Arbitral do Esporte (CAS) confirmou a decisão.

O motivo para a não participação de Zabelinskaya, detentora de duas pratas e um bronze em Jogos Olímpicos, foi a ausência de provas por parte do Uzbequistão e da atleta de que a Rússia teria aprovado a liberação da atleta para representar o país asiático.

No quadro de medalhas, a China já soma 66 ouros. A natação mais uma vez foi destaque, com Sun Yang faturando o ouro nos 1500m Livres. Foi o quarto ouro de Yang na Indonésia e o terceiro seguido na prova em Jogos Asiáticos. O país ainda faturou o ouro nos 4x100m Medley masculino e com Wang Jianjiahe nos 400m Livres feminino.

Outro destaque vai para Wang Qiang, que venceu o torneio de tênis feminino ao derrotar Zhung Shuai no duelo chinês por 2-0 (6-3 e 6-2) garantindo vaga nos Jogos Olímpicos de 2020.

Os chineses tem ainda 46 pratas e 27 bronzes conquistados.

O Japão segue no segundo lugar isolado, com 29 ouros. O destaque do país na sexta-feira (24) foi na natação, com Rikako Ikee brilhando intensamente mais uma vez, que levou a sua sexta medalha de ouro em Jacarta ao ganhar os 50m Livres feminino. Yasuhiro Koseki (JPN) faturou 50m Peito masculino, conseguindo o terceiro ouro nos Jogos, após ter levado os 100m e os 200m Peito.

Além dos 29 ouros, o Japão tem 31 pratas e 43 bronzes.

Em terceiro lugar, a Coreia do Sul tem 23 ouros. O destaque é de Kim Seoyeong, que venceu os 200m Medley feminino. Assim, os sul-coreanos se junta a Cingapura como os dois únicos países a quebrar do domínio de China e Japão na natação. São mais 26 pratas e 29 bronzes para a Coreia do Sul em Jacarta.

Fechando o  top-5 estão o Irã (12O, 11P e 8B) e a Indonésia (9O, 9P e 14B).

Foto: Reuters





Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes