Com equipe renovada, judô brasileiro estreia nesta sexta no Campeonato Pan-Americano na Costa Rica

O Campeonato Pan-Americano de Judô começa nesta sexta-feira, 20, com onze brasileiros no tatame do Centro de Convenções El Pedregal, em San José, na Costa Rica. Os atletas desembarcaram na capital costarriquenha na tarde de quarta-feira e fizeram um treino leve na manhã desta quinta, mesmo dia em que serão sorteadas as chaves das 14 categorias em disputa.

Nessa edição, o Brasil contará apenas com judocas de até 25 anos, o que fez com que a média de idade da equipe caísse para 21 anos. A mais "experiente" do grupo é a meio-leve (52kg) Jéssica Pereira, de 24 anos, que tentará defender o título conquistado em 2017, na Cidade do Panamá.

"Como eu fui campeã no ano passado eu volto com uma responsabilidade de manter esse título", disse a carioca, atual número 8 no ranking mundial e cabeça-de-chave número um na disputa desta sexta. "O Pan-Americano é uma competição diferente. O estilo das meninas da Pan-América é diferente do das europeias. Elas entram muitos golpes, se jogam, dão volume na luta e tentam anular o nosso jogo. Eu treinei especificamente para encarar esse tipo de adversária e estou me sentindo bem preparada." 

Jéssica, Tamires Crude (57kg), Yanka Pascoalino (63kg), Daniel Cargnin (66kg), Beatriz Souza (+78kg), Eduardo Yudy Santos (81kg), Gustavo Assis (90kg), Rafael Macedo (90kg) e Leonardo Gonçalves (100kg) são os nove judocas convocados para as disputas individuais que já lutaram o Pan no ano passado, quano o Brasil foi campeão geral conquistando seis ouros, duas pratas e quatro bronzes.

Os outros nove são estreantes na competição mais importante do continente, como o peso-Leve David Lima (73kg), que buscou conselhos com seu colega de clube e de seleção, Alex Pombo, bicampeão pan-americano (2014 e 2015), para encarar os principais nomes de sua categoria nas Américas.

"É minha primeira vez aqui na Pan-América. Já competi bastante na Europa, mas aqui é tudo novo. E quero ganhar. Vim com as melhores expectativas, treinei bastante para vencer porque sei que é uma competição muito importante", afirmou David, antes de apontar seus principais adversários. "Estudei bastante alguns atletas, principalmente, o canadense Antoine Bouchard, o americano Nicholas Delpopolo e o argentino Alejandro Clara. Contei com a ajuda do Alex nessa preparação, pois ele já enfrentou todos eles. Estou confiante."

Além dele, Larissa Farias (48kg), Kamila Silva (57kg), Alexia Castilhos (63kg), Bruna Silva (70kg), Laislaine Rocha (78kg), Ítalo Carvalho (60kg),  Michael Marcelino (66kg) e Jeferson Santos Júnior (73kg) lutarão o Pan pela primeira vez.

Já para a competição por equipes, a seleção contará com dois reforços de peso: os atuais líderes do ranking mundial, David Moura (+100kg) e Maria Portela (70kg), que lutarão apenas o torneio misto que vale classificação para o Mundial por Equipes Mistas de Baku 2018.

As lutas preliminares começarão às 12h e as disputas por medalhas serão a partir das 19h, no horário de Brasília.

Foto: IJF


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes