Últimas Notícias

Rebeca Andrade pode fazer salto inédito pelo bi olímpico em Paris-2024

Alexandre Loureiro/COB


 A Websérie 'Treinadores de ouro' no Youtube do time Brasil pode ter revelado uma possível surpresa de Rebeca Andrade para a Olimpíada. O especial, postado ontem (8) contando a história do treinador da seleção feminina Francisco Porath Neto, mostrou entre imagens de treinamento Rebeca fazendo um 'triplo twist Yurchenko' em um treinamento de saltos, um movimento inédito que nunca foi feito em competições oficiais. (veja o salto a partir do 4m33s neste link : https://www.youtube.com/watch?v=3eAnGbt-4Do )

Os perfis especializados em ginástica artística logo notaram o detalhe e comentaram que se Rebeca conseguir executar este movimento com perfeição na olimpíada, ele passará a ter o seu nome e se chamará 'Andrade' e provavelmente, teria a nota de dificuldade de 5.8


O Yurchenko é um salto em que o ginasta  dá uma pirueta em torno de si mesmo, imortalizado pela ginasta russa Natália Yurchenko, primeira a fazê-la e que foi batizada com o seu nome. o Triplo Yurchenko é considerado de alta dificuldade e nunca foi feito em competições oficiais.

Mas Rebeca não poderia usar este salto de surpresa. Segundo as regras da FIG, ela teria que inscrever este salto antes da competição para ser julgado e validado como inédito. E segundo informações do 'globoesporte.com', a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) não recebeu nenhum pedido de Rebeca para inscrever o salto até o momento e que este são um dos muitos movimentos que Rebeca pratica em seus treinamentos.

Na olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro, Rebeca tentou homologar um novo movimento no solo, um 'Tsukahara', um dos saltos mais difíceis da modalidade com duas piruetas e meia, mas ela não chegou a fazer este movimento naquela olimpíada e nunca mais o tentou. 

Rebeca Andrade é a atual campeã olímpica no salto e atual campeã mundial, superando a inclusive a lenda Simone Biles e vai tentar o bi olímpico do aparelho em Paris. As competições na ginástica artística começam no dia 28 de julho no feminino.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar