Últimas Notícias

Puck Pieterse e Alan Hatherly vencem última etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike antes dos Jogos Olímpicos


Holandesa Puck Pieterse vence último XCO antes dos Jogos Olímpicos. Foto: UCI MTB World Series

A última etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike (XCO) antes dos Jogos Olímpicos aconteceu no domingo (7) em Les Gets, na França. Puck Pieterse se consagrou com a primeira vitória na temporada da prova olímpica feminina. No masculino, Alan Hatherly venceu pela primeira vez na modalidade. Brasileiras terminaram em 59º e 63º lugar.

Desde o início da prova, a holandesa Puck Pierterse manteve um ritmo muito forte de prova, com pico de frequência cardíaca e liderança isolada. Com 4 minuto, Pierterse estava a seis segundos de vantagem da australiana Rebecca Henderson. A pista sofria com falta de aderência nas inclinações após o acúmulo das provas (como pista curta e downhill), e após a primeira volta Piertese aumentou a vantagem para 36 segundos.

A holandesa registrou o tempo de 1:29:12 para a vitória. Ela foi a única a fazer uma volta abaixo dos 12 minutos e terminou a primeira volta com incríveis 36 segundos de vantagem. “Tentei ir a todo vapor desde o início e, felizmente, deu certo ”, Pieterse resumiu. “Eu sabia que era um percurso de escalada, então tentei forçar cada subida ao máximo e correr menos riscos na descida.”

A sul-africana Candace Lill, que terminou em segundo lugar com 2:37 atrás, consolidou a posição após desprender do pelotão que perseguia a líder. O início forte de Pierterse acendeu o alerta para a queda de rendimento a qualquer momento, como aconteceu em rodadas anteriores. A suiça Alessandra Keller terminou em terceiro, com 3:07 atrás.

No masculino, o sul-africano Alan Hatherly viu o enredo da prova ser bem diferente da feminina. Nenhum ciclista despontou na frente e a estratégia dos pneus foi fundamental para definir o pódio. Além de Hatherly, Mathias Flückiger (Suíça) e Daniele Braidot (Itália) disputaram na frente o topo da prova após duas voltas.

Hatherly venceu com o tempo de 1:23:14 e Flückiger terminou em 2º com 1:31 atrás. O dinamarquês Simon Andreasson, que havia liderado no início, completou o pódio com +2:02. Foi a primeira vitória do sul-africano na prova olímpica da Copa do Mundo. “Foi um fim de semana irreal. Antes da corrida, visualizei o duplo e estou muito feliz por tê-lo executado, especialmente antes dos Jogos”, disse após a vitória.

Raiza Goulão ficou em 59º lugar e foi a melhor brasileira com +10:56. Hercília Najara terminou em 63º lugar com +11:23. O Brasil não teve representantes na prova masculina.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar