Últimas Notícias

Brasil ganha o bronze no florete feminino por equipes no Pan-Americano de Esgrima

Brasil ganha o bronze no florete feminino por equipes no Pan-Americano de Esgrima
Foto: Divulgação CBE



Chegou ao fim neste domingo (30) o Campeonato Pan-Americano de Esgrima, disputado em Lima, capital peruana. E no último dia de competição, o Brasil subiu mais uma vez ao pódio, conquistando sua quarta medalha: o bronze com a equipe feminina de florete.

Os brasileiros conquistaram, ao todo, quatro medalhas neste Pan-Americano. Uma medalha de prata - com equipe masculina de florete - e três de bronze - com as equipes masculina de espada e feminina de florete, além da medalha individual no florete com Guilherme Toldo.

O resultado deixou o país a quarta colocação no quadro de medalhas, na competição que reuniu os melhores esgrimistas das três Américas. O Brasil ficou atrás dos Estados Unidos e do Canadá, duas potencias do esporte, além da tradicional Venezuela, que faturou duas medalhas, mas levou vantagem nos critérios de desempate por ter conquistado um ouro.
Além do florete feminino, equipe brasileira masculina de sabre também competiu neste domingo em Lima e ficou bem perto do pódio. Terminou o evento na quarta colocação.

Florete feminino brasileiro no pódio

A estreia de nossa equipe feminina de florete foi no quadro de 8, com vitória sobre as colombianas (29ª do ranking mundial) por 45-29. O resultado classificou o Brasil (21º) para enfrentar o Canadá (5º) na semifinal.
No confronto com as canadenses, as brasileiras não conseguiram impor seu jogo e acabaram derrotadas pelo placar de 17-45. Mas o pódio ainda poderia ser alcançado, na disputa pelo bronze, contra as chilenas (23ª).

Contra o Chile, o Brasil abriu vantagem no início da disputa, mas permitiu que o adversário tentasse esboçar uma reação. No fim, Mariana Pistoia (classificada no individual aos Jogos de Paris) foi decisiva e garantiu os pontos necessários para a vitória por 45-40.

A equipe brasileira de florete feminino, terceira melhor das Américas, formou com Mariana Pistoia, Bia Bulcão, Gabriella Vianna e Ana Toldo.

Sabre masculino em quarto lugar

O time masculino de sabre se credenciou a brigar por uma medalha ao estrear vencendo o Chile (23º do ranking mundial) por 45-41, pelo quadro de 8. O adversário na disputa por um lugar no pódio seria o Canadá (11º).

Na semifinal, o Brasil (31º) encontrou um adversário muito forte e acabou sendo superado pelo placar de 21-45. Restava aos nossos sabristas brigar com os mexicanos (32º) pela medalha de bronze.

Os combates contra o México começaram bastante equilibrados. O Brasil assumiu a dianteira no placar, mas permitiu a virada mexicana na reta final e acabou derrotado por 45-40.

Assim, equipe brasileira masculina de sabre terminou a disputa em quarto lugar. Seus componentes foram Henrique Garrigós, Renato Saliba, Erico Patto e Fellipe Bento.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar