Últimas Notícias

Após ficar fora de Paris, Pri Daroit desabafa nas redes sociais

Maurício Val/Inovafoto/CBV


Após a confirmação do grupo de jogadoras convocadas da seleção feminina de vôlei para a olimpíada de Paris, a ponteira Pri Daroit desabafou nas redes sociais por conta de sua ausência na lista de Zé Roberto Guimarães. Segundo a atleta, que chegou a ser titular durante a Liga das Nações, é difícil expressar seus sentimentos no momento tão triste para ela, que esperava estar na Olimpíada, mas agradeceu por sua volta à seleção, de 2022 para cá:

"Difícil expressar o que estou sentindo nesse momento. Tristeza. Dor de cabeça de tanto chorar. Gratidão por ter voltado para seleção em 2022. Por ter feito parte desse ciclo. Por conhecer pessoas incríveis e também ter reencontrado pessoas especiais. Por ter vivido tantos momentos bons, momentos que vão ficar guardados para sempre no meu coração." relatou  Daroit

Pri foi consolada nos comentários por muitas pessoas, inclusive pelas jogadoras convocadas, como a capitã Gabi e  central Carol, que postou: "Pri, você vai fazer falta. E muita. Isso é inevitável. Porém, não quero falar sobre falta porque, em você, não falta nada, muito pelo contrário, você transborda. E é sobre isso que vale a pena falar. Você é a potência recheada de carinho e amor. Sua pureza encanta; sua risada (aqui imaginem um HAHAHA.. bem alto) encanta; sua ENERGIA encanta. Você é especial!!!"

Para a posição de Pri Daroit, foram chamadas Gabi, Julia Bergmann e Ana Cristina, com Tainara e Rosamaria de oposta. Mas a grande surpresa foi a escolha de Lorenne, pouco usada na Liga das Nações, no lugar de Kisy. 

O Brasil estreia no vôlei feminino contra Quênia, no dia 29 de julho, às 8 da manhã (horário de Brasília). Confira abaixo a declaração na íntegra de Pri Daroit



0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar