Últimas Notícias

A 20 dias de Paris-2024, COB anuncia Vivência Olímpica e levará 12 jovens atletas à França

A 20 dias de Paris 2024, COB anuncia Vivência Olímpica e levará 12 jovens atletas à França
Foto:Alexandre Loureiro/COB

No marco de 20 dias para os Jogos Olímpicos Paris 2024, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) anuncia a ida de um grupo de jovens atletas brasileiros que participará dos Jogos de uma forma diferente. Doze selecionados vão fazer parte do Vivência Olímpica, programa do COB que levará para Paris jovens representantes de diferentes modalidades com potencial de participação em futuras edições dos Jogos. Divididos em duas turmas, os atletas estarão em Paris a partir de 27 de julho, um dia depois da Cerimônia de Abertura.


Ryan Kainalo, do surf, Taiane Justino, do levamento de pesos, Lucas Fonseca, da vela, Celine Bispo, da natação, Matheus Melecchi, das águas abertas, Pedro Oliveira, do vôlei de praia, Rebeca Lima, do boxe, Thiago Resende, do atletismo, Yuri Guimarães, da ginástica artística, Júlia Kudiess, do vôlei, Kaillany Cardoso, do judô, e Isabelle Estevez, do tiro com arco, foram os nomes selecionados para participarem do Vivência Olímpica nesta edição parisiense. Todos eles terão a oportunidade de experimentar a atmosfera olímpica, com direito a imersão na vila, visitas às instalações do Time Brasil e acompanhamento de competições, além de terem palestras e bate-papos com embaixadores, atletas e treinadores.


“A ideia do programa é fazer que os jovens de fato vivenciem o que são os Jogos Olímpicos e comecem a se ambientar com esse universo. Em Paris eles vão poder acompanhar tudo o que envolve a operação do COB para os atletas do Time Brasil e vão sentir o gostinho do que é fazer parte dos Jogos Olímpicos. Tenho certeza de que sairão muito motivados para voltarem como atletas efetivos nas próximas edições”, pontuou o diretor de Desenvolvimento e Ciências do Esporte do COB, Kenji Saito.


O Vivência Olímpica chega para a edição de Paris 2024 priorizando equidade de gênero, afinal são seis homens e seis mulheres, e diversidade de modalidades (doze no total). Os atletas tiveram que atender critérios de eligibilidade, como terem resultados internacionais expressivos em suas respectivas modalidades e terem potencial de desenvolvimento para futuras classificações e resultados olímpicos nos Jogos de Los Angeles 2028 e Brisbane 2032.


O programa volta a ser realizado em uma edição dos Jogos depois de ficar fora de Tóquio 2020 por conta das restrições da pandemia. Criado nos Jogos de Londres 2012, o programa do COB levou 16 atletas para a Inglaterra, enquanto no Rio 2016 foram 20 participantes. Entre os nomes que já passaram pelo Vivência Olímpica estão medalhistas olímpicos ou mundiais, como Rebeca Andrade, da ginástica artística, Martine Grael, da vela, Isaquias Queiroz, da canoagem velocidade, e Beatriz Ferreira, do boxe.


Dentre os atletas do Time Brasil classificados para os Jogos Olímpicos Paris 2024, seis foram participantes do Vivência Olímpica. Além de Rebeca, Beatriz e Martine, Hugo Calderano, do tênis de mesa, Duda Lisboa, do vôlei de praia, Ana Patrícia, do vôlei de praia, Manoel Messias, do triatlo, Edival Marques “Netinho”, do taekwondo, e Maria Paula Heitmann, da natação, vivenciaram os Jogos nas duas edições anteriores do programa.


Os atletas do Vivência Olímpica serão acompanhados de perto por gestores da área de Ciência e Desenvolvimento Esportivo do COB. A primeira leva ficará em Paris de 27 de julho a 1º de agosto, enquanto a segunda participará entre 2 de agosto e 7 de agosto.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar