Últimas Notícias

24 DIAS PARA PARIS!!! Hoje vamos falar da bicampeã olímpica do vôlei e ídola da torcida, Sheilla!





Faltam 24 dias para os Jogos Olímpicos de Paris e hoje vamos falar sobre a bi-campeã olímpica de voleibol, Sheilla. A oposta que se aposentou em 2022 agora faz parte da comissão técnica da Seleção Brasileira e ainda se mostra muito presente nos jogos do Brasil.

Nome: Sheilla Tavares de Castro

Local e data de nascimento: Belo Horizonte (MG), 1 de julho de 1983

Olimpíadas:

  • Pequim 2008 - Ouro
  • Londres 2012 - Ouro
  • Rio 2016 - 5º lugar


(Reprodução/Facebook/SheillaCastro)



Principais conquistas:

  • Prata nos Campeonatos Mundiais no Japão de 2006 e 2010 e bronze na Itália em 2014
  • Prata na Copa do Mundo de 2007
  • Prata na Liga das Nações de 2021
  • Ouro no Grand Prix de vôlei nos anos de 2005, 2006, 2008, 2009, 2013, 2014 e 2016 e prata nos anos de 2010, 2011 e 2012
  • Ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2011 e prata em 2007 no Rio de Janeiro
  • Ouro na Copa dos Campeões no Japão em 2005 e 2013 e prata em 2009


Você sabia?

  • Sheilla é uma das maiores medalhistas da história do Brasil
  • Ela é considerada por muitos especialistas de todo o mundo como a melhor jogadora da história do voleibol
  • Sua maior rivalidade dentro de quadra foi contra Gamova, jogadora russa
  • Em Londres 2012, Sheilla protagonizou o que muitos chamam até hoje de “tie-break da morte” contra a Rússia nas quartas de final
  • Sheilla já admitiu em algumas entrevistas que não conseguiu assistir todos os jogos dos Jogos Olímpicos de Londres, mas que o tie-break contra a Rússia ela viu diversas vezes
  • Sheilla começou sua carreira no vôlei quando estava no Mackenzie em 1997, quando foi convocada para a Seleção Mineira juvenil
  • Sheilla ao lado de Fabi, Fabiana, Paula Pequeno, Jaqueline e Thaísa se tornou bicampeã olímpica de vôlei
  • Seu primeiro grande título aconteceu em 2000, quando tinha 17 anos. Sheilla foi campeã brasileira pelo Mackenzie e começou a ser visada por outros clubes
  • Sheilla morou na Itália de 2004 a 2008 defendendo o time italiano, Pesaro
  • Apesar de ser convocada desde 2002, Sheilla  ficou de fora de Atenas 2004 por ser considerada ainda inexperiente pra uma competição olímpica
  • Foi casada com Brenno Blassioli, ex-jogador de basquete, com quem teve 2 filhas gêmeas

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar