Últimas Notícias

Parada das Nações - Sudão

À esquerda, fundo azul e escrita em branco "Parada das Nações Paris-2024"acima, "Sudão (Soudan)"ao centro, e a logo do surto olímpico abaixo. À direita, foto da delegação do país na parada das nações

Sigla: SUD

Medalhas na história - Ouro: 0 | Prata: 1 | Bronze: 0 | Total: 1

Em Tóquio - Ouro: 0 | Prata: 0 | Bronze: 0 | Total: 0

Primeira participação olímpica – Roma-1960

Maior Medalhista olímpico – Ismail Ahmed Ismail (atletismo), atletismo


Localizado no nordeste africano, o Sudão é o terceiro maior país do continente em extensão territorial e também um dos mais populosos, somando aproximadamente 50 milhões de habitantes. Em 2011, houve a separação da parte sul de seu território e a criação de uma nova nação, o Sudão do Sul, país mais recente a ter sua independência reconhecida pela comunidade internacional.

A instabilidade no país, contudo, é bem mais antiga. Desde sua independência do Reino Unido em 1956, o Sudão enfrentou duas guerras civis longas e traumáticas, do ponto de vista humano, social e econômico. Em 2023, um novo conflito eclodiu entre o governo e um grupo paramilitar, aumentando as tensões e ocasionando diversas mortes.

Este complexo contexto político também é refletido na participação do país em eventos esportivos. Desde sua primeira participação olímpica em Roma-1960, o país ficou de fora de três edições: 1964, 1976 e 1980, todas devido a boicotes, fosse ao lado de países africanos – nos dois primeiros casos – ou acompanhando os Estados Unidos, no último.  

Ahmed Ismail é o único medalhista olímpico da história do Sudão (foto: reprodução)

Apesar das turbulências, o Sudão possui uma medalha olímpica. Em Pequim-2008, Ismail Ahmed Ismail foi prata nos 800m rasos com um tempo de 1min44s70, conquistando a primeira – e, até hoje, única – medalha olímpica do Sudão.

Munique-1972 foi quando Sudão levou sua maior delegação, com 26 atletas. Em Tóquio, o país esteve presente com uma delegação de cinco atletas, sendo dois na natação, um no remo, um no judô e um no atletismo. Até a publicação deste texto, o Sudão tem somente Yaseen Abdalla classificado para Paris, através de vaga de universalidade. 


Esporte forte

Atletismo: detentor da primeira e única medalha olímpica sudanesa, o atletismo também carrega a responsabilidade de ser o único esporte presente em todas as delegações olímpicas do país. As modalidades com maior destaque variam ao passar dos anos. Em Tóquio, o país competiu nos 400m masculino com Sadam Koumi. Já em Paris, o Sudão estará representado na maratona por Yaseen Abdalla.


Atleta
Yaseen Abdalla fará sua estreia em jogos olímpicos aos 22 anos. Foto: reprodução Instagram/@yaseenaabdalla

Yaseen Abdalla (atletismo): atleta e estudante na Universidade do Tennessee, EUA, Yaseen tem diversas marcas positivas nos campeonatos universitários, sendo suas principais provas os 3000m e 5000m. Em Paris-2024, estreiará aos 22 anos em jogos olímpicos, competindo na maratona masculina. 

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar