Últimas Notícias

NBB anuncia os melhores da temporada 2023/2024

 

NBB anuncia os melhores da temporada 2023/2024

A temporada 2023/2024 do NBB chegou ao fim com o tricampeonato do Sesi Franca, que superou o Flamengo na série melhor de cinco por 3 a 1, e foi o momento de celebrar os melhores da temporada 2023/24. A cerimônia de premiação da Liga Nacional de Basquete aconteceu na terça-feira (18/06), no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. Olivinha foi um dos grandes homenageados da noite. 

A cerimônia, conduzida por Alexandre Oliveira e Thayla Mamede, foi oficialmente aberta por Carlos Alexandre Brazolin, presidente do Esporte Clube Pinheiros, anfitrião da festa. "O Pinheiros me ensinou o basquete, o basquete me ensinou a ser competitivo, joguei em seleções e me levou para outra etapa da minha vida, quando fui jogar e estudar nos Estados Unidos. Voltei, me tornei empresário, dirigente e presidente. O basquete me deu tudo o tenho hoje. O que seria da minha vida sem o basquete? Nada. Hoje tem muita gente aqui que fez parte disso. Tenho muito que agradecer ao basquete, que tem pessoas como Olivinha, Marcelo Vido, Alex Garcia... Hoje vocês estão todos aqui no Esporte Clube Pinheiros. Quem iria pensar que, aos 57 anos, eu teria essa oportunidade de estar aqui. Fazendo o que mais gosto, com as pessoas que mais amo. Muito obrigado", afirmou. 

Na sequência, o presidente da LNB, Rodrigo Franco Montoro, subiu ao palco. "É uma noite de festa, de celebração e de comemorar mais um NBB concluído. A temporada 2023/24 marcou um recorde de equipes participantes, foram 19. Isso resultou em um recorde de partidas disputadas e de transmissões realizadas. Tivemos um playoff com 16 equipes pela primeira vez, o que acrescentou mais emoção ao campeonato. Tivemos a Copa Super 8, com uma festa linda na final entre Flamengo e Unifacisa, no Maracanãzinho. Tivemos Jogo das Estrelas aqui no Ibirapuera. E chegamos à final da competição com o Sesi Franca como tricampeão seguido do NBB", discursou o dirigente. 

Todos os anos, a LNB homenageia uma personalidade pela sua relevante contribuição histórica para o desenvolvimento do basquete e do esporte no Brasil, e Carlos Eduardo Maluf recebeu o Prêmio de Personalidade do Ano. Com mais de 25 anos de experiência em negociações e aquisições de direitos, e carreira construída em empresas de mídia e entretenimento, ele é o Head de Esportes da The Walt Disney Company Brasil, liderando as operações da ESPN. "Muito feliz de estar aqui, receber esse prêmio." 

Tricampeão do NBB, o Sesi Franca recebeu o prêmio de melhor ataque, com média 85,74 pontos por partida. Logo depois, o Club Athletico Paulistano ganhou o troféu pelo desempenho defensivo, com 70,71 pontos sofridos por jogo. O Sport Club Corinthians Paulista ganhou o prêmio de Fair Play pelo segundo ano consecutivo. 

Logo depois foi hora de premiar os melhores árbitros da temporada. Thiago Luiz Victorino foi eleito o árbitro revelação. "Estou sem palavras. Só eu, minha esposa e minhas filhas sabem. Se não fosse por elas eu não estaria aqui. Tudo o que faço é por elas. A gente tem de deixar a família em casa para ir apitar, buscando fazer o melhor trabalho. Não é fácil ser árbitro. Estou muito feliz com esse prêmio. Tudo que fiz foi para chegar neste momento." 

Andreia Regina Silva foi eleita melhor árbitra e também fez parte do trio ideal de arbitragem com Cristiano Maranho e Fabiano Huber. "Estou extremante emocionada. Não esperava. O NBB CAIXA tem um nível de arbitragem muito grande. O sentimento é de dever cumprido e já estou preparada para a próxima temporada", afirmou. 

O Minas Tênis Clube foi o homenageado pela terceira colocação do NBB. A equipe fechou a temporada regular do NBB com 28 vitórias e 8 derrotas. Nas oitavas de final venceu o União Corinthians por 2 a 0, passou pelo São Paulo nas quartas por 3 a 2 e parou nas semifinais, superado pelo Sesi Franca, que venceu a série por 3 a 2. 

Na sequência de premiações individuais, o prêmio de cestinha, que leva o nome do “Mão Santa” Oscar Schmidt, ficou com Isaac Thornton, do Botafogo. O norte-americano teve média de 21,69 pontos na temporada 2023/2024 e ajudou o Alvinegro a se classificar para os playoffs. Elinho, do Corinthians, recebeu o prêmio por ser o líder de assistências, com média de 9,08 por partida. Tricampeão com o Sesi Franca, Lucas Dias fez uma excelente temporada e ganhou o troféu de eficiência, com 19,34. 

O maior reboteiro foi Alexandre Paranhos, que teve média de 7,38 rebotes ao longo da temporada, pelo Minas Tênis Clube. O prêmio foi entregue por Olivinha, que agora vai dar nome ao prêmio após se aposentar do basquete. "É uma honra gigantesca para mim. É um homenagem muito bacana. Fico muito feliz. E ainda mais por ver o Paranhos ganhando esse prêmio, eu vi ele começar no Flamengo", afirmou o 'Deus da Raça', ao lado do vencedor. "É uma honra muito grande colocar esse troféu na minha estante com o nome do Olivinha", disse Paranhos. 

Com ótima campanha, o Vasco da Gama faturou dois prêmios individuais na sequência. Rafael Paulichi foi eleito o jogador que mais evoluiu de uma temporada para outra e Matheus Eugeniusz, o sexto homem. "É fruto de um trabalho coletivo, mas também individual. Estava trabalhando muito para evoluir antes mesmo de ir para o Vasco. Fiquei muito feliz por ter conquistado esse prêmio", disse Paulichi. "Esse prêmio é muito valorizado porque provamos que o basquete não são apenas os cinco titulares. Você precisa estar sempre preparado para qualquer momento do jogo", afirmou Eugeniusz. 

O prêmio de destaque jovem ficou com Márcio, pivô do Sesi Franca. Após levar o troféu de cestinha, Isaac Thornton, do Botafogo, foi eleito também o melhor estrangeiro. Já Dontrell Brite, do Bauru Basket, foi escolhido o melhor defensor da temporada 2023/24. 

O Flamengo foi homenageado na sequência pela segunda colocação do NBB. A equipe rubro-negra fechou na primeira colocação entre os 19 clubes na fase regular depois chegou à final após superar o Botafogo, nas oitavas de final, o Fortaleza BC/CFO, nas quartas, e o Bauru nas semifinais. 

O quinteto ideal do NBB 2023/24 foi anunciado em seguida e foi formado por: Elinho (Corinthians) — armador; Gui Deodato (Flamengo) — ala; Isaac Thornton (Botafogo) — ala; Gabriel Jaú (Flamengo) — pivô; e Lucas Dias (Sesi Franca Basquete) — pivô. 

Lucas Dias conquistou o terceiro troféu na noite com o mais cobiçado: o MVP da temporada. "Um jogador não atinge esse nível por acaso, não é à toa e é multifatorial. Ele tem alma de vencedor, quer ganhar sempre. Ele respeita muito a família e ele é um profissional de primeiro nível. Não perde nenhum treino, não perde jogo e, mesmo com dor, ele quer ficar em quadra. Ele é muito merecedor", afirmou Lula Ferreira, supervisor do Sesi Franca e que recebeu o troféu no palco pelo jogador. 

Em um momento muito especial, Olivinha foi homenageado como um personagem histórico do NBB. Sua contribuição, ao longo desses 16 anos, engrandeceu o basquete, conquistou os maiores prêmios em quadra, se tornou ídolo de todas as torcidas e ganhou o respeito de todos que participaram de sua carreira, dentro e fora das quadras. Ele deixará saudade, na mesma proporção da sua grandeza. 

Paulo Jaú, treinador do Bauru Basket, ganhou o prêmio Ary Vidal como melhor técnico da temporada na disputa com Léo Costa, do Minas Tênis Clube, e Léo Figueiró, do R10 Vasco da Gama. "Ele fez um trabalho sensacional. Tirou uma equipe desacreditada no Paulista, implantou sua filosofia e merece muito esse prêmio", elogiou Alex Garcia. 

Por fim, foi o momento de homenagear o grande tricampeão. O Sesi Franca recebeu de maneira definitiva, das mãos do presidente da LNB, Rodrigo Franco Montoro, o troféu da temporada 2023/24. A equipe fez excelente campanha na temporada regular, com 31 vitórias e cinco derrotas, e depois foi superando os adversários até chegar na final e derrotar o Flamengo.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar