Últimas Notícias

Brasil perde do astro da NBA, Luka Dončić, em último jogo antes do Pré-Olímpico

(Foto: Divulgação/CBB)

No último jogo antes do Pré-Olímpico, a seleção masculina de basquete perdeu da Eslovênia de 86 x 80 e vai receoso para o primeiro jogo do torneio que garante vaga para as Olimpíadas de Paris 2024.

O time já vinha de uma derrota contra a anfitriã, Croácia, por 10 pontos e as expectativas não eram muito altas para a disputa com o astro da NBA, Luka Dončić. O armador esloveno é um dos principais jogadores do Dallas Mavericks e chamou seus fãs a assistir o amistoso. Apesar do péssimo desempenho em lances livres, o ídolo da torcida fez 30 pontos na partida.

O Brasil terminou o primeiro quarto ganhando por 18 a 12 e perdeu o segundo por 41 a 37. No momento de maior vantagem da Eslovênia no jogo, Bruno Caboclo forçou duas faltas e conseguiu diminuir para 4 pontos. Destaque da partida e da série de amistosos, o pivô está no processo de jogar a Summer League da NBA no Chicago Bulls. Mas o esforço de Caboclo não foi suficiente para que a equipe virasse. O primeiro quarto foi o último momento em que o Brasil ficou na frente do time europeu.

Aleksandar Petrovic continuou com sua estratégia para se preparar para os dois cortes que terá que fazer em seu time para o torneio olímpico e rodou o time todo durante o jogo. 

O Pré-Olímpico vai acontecer dos dias 2 a 7 de julho e o Brasil começa enfrentando a equipe europeia, Montenegro, que tem como destaque o pivô do Chicago Bulls, Nikola Vučević. Já a equipe brasileira conta com o ala do Golden State Warriors, Gui Santos e o ex-NBA Raul Neto.

 

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar