Últimas Notícias

Brasil fica em 5º no 4 x 200m livre feminino do Mundial júnior de natação

De agasalho e calça azul marinho, equipe brasileira posa para foto
Foto: Divulgação/CBDA

A equipe feminina brasileira júnior do 4 x 200m livre foi a quinta colocada no Mundial júnior de natação, em prova disputada nesta segunda (4), em Netanya, Israel. O quarteto formado por Celine Bispo, Luiza Lima, Tahiana Amaral e Manuela Sega fez a prova no tempo de 8:11.40. O ouro foi dos Estados Unidos, seguido de Austrália e Canadá. 

O Brasil ainda disputou a final do 4 x 100m livre masculino e o time formado por Pedro Sansone, Vinicius Rizza, Heitor Napolitano e Samuel Lopes foi o oitavo colocado com o tempo de 3:23.25. O ouro foi dos Estados Unidos, que bateu o recorde mundial júnior em 3:15.49, a prata foi da Austrália e o bronze, do Canadá.

Samuel Lopes, de 17 anos, disputou a semifinal dos 100m costas e ficou fora da final por apenas um centésimo, fazendo 55.18 contra 55.17 de Daniele Del Signore (ITA). Seu tempo é o novo recorde brasileiro da categoria júnior 1.

Mais cedo, Leonardo Alcantara e Guilherme Kanzler participaram das eliminatórias dos 400m livre e não avançaram para final, com Leo fazendo 3:54.38 e sendo o 12º mais rápido e Guilherme o 33º, com o tempo de 4:04.77.

Nos 50m peito, Manuela Sega foi a 18ª colocada, fazendo 32.21 e não avançou para a semifinal da prova.

Veja o resultado das finais:

Nos 400m livre masculino, Petar Mitsin (BUL) foi ouro com o tempo de 3:46.49, vencendo na batida, Alessandro Ragaini (ITA). O bronze foi de Filippo Bertoni. Na disputa dos 400m medley feminino, Leah Hayes foi a campeã com o tempo de 4:36.84 e as canadenses Ella Jansen e Julie Brousseau.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar