Últimas Notícias

Nos 400m com barreiras, Femke Bol se torna campeã mundial; Andrew Hudson conquista vaga extra na final dos 200m rasos

 

Foto: Petr David Josek/AP Photo


Femke Bol se tornou campeã mundial dos 400 metros com barreiras nessa quinta-feira, 24, em Budapeste. Esse é o primeiro título no mundial da atleta neerlandesa de 23 anos. Bol conquistou o título com o tempo de 51.70s.

A final dos 400 metros com barreiras foi a última prova do dia no Mundial de Atletismo. Assim, Femke Bol conseguiu o título depois de ser a mais rápida da prova, chegando com o melhor tempo. A medalha de ouro vem depois de a neerlandesa terminar com a prata no mundial de 2022, nos Estados Unidos.

O pódio da prova foi completado pela americana Shamier Little (52.80s), que ficou com a prata, e a jamaicana Rushell Clayon (52.81s), que terminou com o bronze.

A prova dos 200m rasos masculino aconteceu uma classificação inesperada. O jamaicano Andrew Hudson conseguiu a vaga na final, após correr com cacos de vidro no rosto. O motivo foi a colisão de dois carrinhos que fazem o transporte dos atletas no estádio. O atleta conseguiu uma das vagas extras na decisão da prova. Ele correu a semifinal com o tempo de 20.38s, mas será o 9º corredor na final.

No masculino, o dia contou com a final dos 400 metros rasos. Assim, Antonio Watson, da Jamaica, foi o grande campeão da prova, ao terminar com o tempo de 44.22s. O pódio completo teve Matthew Hudson-Smit (GBR), ficou com a prata e Quincy Hall (USA), com o bronze.

Danielle Williams terminou como campeã da prova dos 100 metros com barreiras em uma disputa bem apertada. A jamaicana conquistou o título com o tempo de 12.43s, com diferença de 00.01 para a 2ª colocada. Jasmine Camacho-Quinn (PUR), concluiu a prova com 12.44, sendo a medalhista de prata da prova. A americana Kendra Harrison terminou com o bronze.

No salto em distância masculino, o grego Miltiadis Tentoglou se sagrou campeão da prova ao saltar para 8.52m, sua melhor marca no ano. O pódio foi completado pelos jamaicanos Wayne Pinnock (8.50m) e Tajay Gayle (8.27m).

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar