Últimas Notícias

Carlos Schwanke é dispensado da seleção masculina de vôlei

O assistente técnico Carlos Schwanke não integra mais a comissão de Renan Dal Zotto na seleção masculina de vôlei. Em nota publicada nesta quinta-feira (31), a CBV anunciou a dispensa de Schwanke após a derrota do Brasil na final do Campeonato Sul-Americano contra a Argentina. O assistente não participou da competição em Recife, após pedir dispensa por motivos pessoais. Ele comandou a seleção B na Copa Pan-Americana no começo do mês.

Carlos Schwanke não faz mais parte da comissão de Renan Dalzotto. (Foto: Carlos Schwanke/Instagram)

Schwanke atua como técnico do Farma Conde Vôlei São José. Com a seleção, ele liderou o único título do país na Liga das Nações em 2021, enquanto Renan Dal Zotto se recuperava da Covid-19. 

Além do assistente técnico, quatro jogadores foram dispensados dos treinamentos em Saquarema para a preparação do Pré-Olímpico em outubro. O oposto Abouba, o ponteiro Victor Birigui, o levantador Matheus Brasília e o líbero Alê estão fora do elenco principal.


Abouba participou da primeira semana da Liga das Nações, ajudando a seleção a vencer a Argentina por 3x2. Após ficar de fora da lista do Sul-Americano, a expectativa era que o jogador integrasse o elenco no Pré-Olímpico. Já os outros jogadores participaram da Copa Pan-Americana comandados por Schwanke.


O Pré-Olímpico de Vôlei Masculino acontece no Rio de Janeiro entre os dias 30 de setembro a 8 de outubro. O Brasil está no grupo A e enfrenta Itália, Irã, Cuba, Ucrânia, Alemanha, República Tcheca e Catar. Os dois melhores times se classificam para Paris-2024.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar