Últimas Notícias

Canal Olímpico do Brasil contará com reforços para cobertura de Santiago 2023

Logo do COBCAST
Foto: Divulgação/COB



Fora do âmbito esportivo, o COB também evolui em seu planejamento e atuação. O Canal Olímpico do Brasil, streaming oficial do Comitê Olímpico do Brasil (COB) em parceria com a NSports, irá receber reforços para realizar a maior cobertura de sua história. Os apresentadores Álvaro José, do grupo Bandeirantes, Fernando Nardini, da ESPN, Beth Romero, do canal Se Joga Beth, além da repórter e comentarista Juliana Yamaoka, da BandSports e Paramount+, se juntam à equipe que atuará no Chile para a megacobertura do Pan.


Nardini e Beth vão ancorar as duas edições diárias do COBCast, programa no estilo talk-show, que será transmitido diretamente da Casa Brasil em Santiago. Os Jogos Pan-americanos serão realizados entre 20 de outubro e 5 de novembro. Lenda da televisão brasileira, Álvaro José também fará parte da atração e contribuirá com flashes ao vivo e reportagens ao lado de Juliana Yamaoka em todas as arenas de competição.


A CazéTV, madrinha do Time Brasil no ciclo rumo a Paris 2024, será parceira do Canal Olímpico do Brasil nesta empreitada. O canal do streamer Casimiro também transmitirá ao vivo a participação brasileira em Santiago 2023 no Youtube e no Twitch.


“Transmitir os Jogos Pan-americanos para o público brasileiro é uma enorme responsabilidade, e estamos selecionando profissionais muito dedicados e apaixonados pelo esporte olímpico para proporcionar a melhor experiência aos fãs”, disse Paulo Conde, diretor de Comunicação do COB.


Durante Santiago 2023, serão duas janelas de exibição do COBCast: de 14h às 16h e 19h às 21h, no horário local, num formato ampliado. O objetivo é que o programa conte com entradas ao vivo dos locais de competição, melhores momentos das competições já encerradas e, claro, bate-papos descontraídos com medalhistas, gestores e personalidades que passarão pela Casa Brasil em Santiago, onde ficará o estúdio do Canal Olímpico do Brasil.


Um estúdio será montado na Vila Pan-americana para entradas ao vivo de atletas brasileiros de dentro da "residência oficial" do megaevento. “Queremos que o fã do esporte olímpico encontre tudo o que deseja ver dos Jogos Pan-americanos e um pouco mais. Entrevistas, curiosidades, bastidores em meio a mais de 700 horas de transmissão. O Canal Olímpico do Brasil se propõe a exibir ao menos uma sessão de todas as modalidades envolvidas no Pan”, analisou Paulo Conde.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar