Últimas Notícias

Buscando vagas em Paris, Wrestling brasileiro define equipe para o Mundial da modalidade

Laís Nunes de malha azul em ação na campanh do Bicampeonato dos Jogos Sul-Americanos 2022
Foto: Arquivo/COB


O Wrestling brasileiro vai contar com nove atletas no Mundial da modalidade, a ser disputado entre 15 e 24 de setembro, em Belgrado, Sérvia. O torneio é a primeira chance de garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Cada uma das 18 categorias olímpicas vai classificar cinco atletas. Os primeiros e segundos colocados, além dos dois terceiros e o vencedor de um combate entre os quintos colocados. 

A delegação brasileira será formada pelos seguintes atletas no estilo greco-romano: Joilson Júnior categoria 77kg do estilo greco-romano; Ronisson Brandão categoria 87kg; Igor Queiroz 97kg e Eduard Soghomonyan 130kg, atleta olímpico nos Jogos Rio 2016 e Tóquio 2030. No estilo livre masculino, Cesar Alvan compete na categoria 74kg. No estilo livre feminino vão buscar as vagas: Kamila Barbosa da divisão 50kg, Grabriela Pedro, 68kg, além de Giullia Penalber, 57kg, e Laís Nunes, categoria 62kg, atleta nos Jogos Rio 2016 e Tóquio 2020.

Giullia Penalber e Laís Nunes serão cabeças de chave em suas respectivas divisões de peso, Giullia é atual quarta colocada do ranking mundial na divisão 62kg, e Laís ocupa a oitava colocação até 62kg. As atletas realizam a fase final de preparação na Alemanha e na França, antes de seguirem para Sérvia.

“Estamos realizando uma preparação excelente com atletas que estarão no Campeonato Mundial. Esse intercâmbio permite que a gente vivencie essa etapa pré-competitiva com a realidade que encontraremos no Mundial. Dessa forma podemos fazer os ajustes necessários para o Campeonato em busca da vaga olímpica. Uma vaga a menos será disputa no Campeonato Mundial 2023 e uma vaga a mais no Pré-olímpico Mundial em 2024, então acho que o chaveamento não será um fator crucial como na última seletiva olímpica”, explicou Giullia, 3ª colocada no Pré-Olímpico Mundial para os Jogos de Tóquio que classificou duas atletas em 2021.

Entenda a mudança e como será a classificação para Paris 2024

A seletiva para os Jogos de Paris sofreu uma única mudança. O Campeonato Mundial passou a dar cinco vagas, até a última edição de Jogos o torneio classificava seis atletas por categoria. Além dos quatro medalhistas, os dois quintos colocados garantiam vaga. Este ano, os dois quintos colocados terão que fazer um combate pela vaga. O mesmo acontece com os dois terceiros colocados no Pré-olímpico mundial que acontece em 2024. Para Tóquio, apenas os finalistas do Pré-olímpico garantiram vaga. Já para os Jogos Olímpicos de Paris, os terceiros colocados lutarão entre si por uma vaga. 

Confira abaixo os torneios em que os brasileiros vão buscar vagas em Paris 2024:

Mundial 2023 – Cinco vagas em cada uma das 18 categorias olímpicas (Medalhistas de ouro, prata, os dois bronzes e vencedor do confronto entre os quintos colocados) = 90 vagas.

Seletiva Pan-Americana 01/03 de Março 2024 – Acapulco (MEX): 2 vagas para os finalistas de cada categoria olímpica = 36 vagas

Pré-olímpico Mundial 09 a 12 de Maio 2024 – Istambul (TUR): 3 vagas para cada categoria olímpica ( os finalistas mais o vencedor do confronto entre os dois terceiros colocados) = 54 vagas


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar